Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O despertar do Chefe


O mundo já não era mais mundo para ele,
pois já estava na outra vida,
murmurava consigo: -- ora, pois, pois, até que é legal aqui,
puxa a vida! Realmente existe vida após a morte,
os campos todos floridos,
capins todos verdinhos,
nossa! Como tem gente,
que tamanho de fila na minha frente,
e outro tanto atrás da gente!
É mais eu acho que morri mesmo,
também depois do susto que o Jefersinho me deu,
o Dirceuzinho  nem se fala!
E o que há pouco tempo o  Renanzinho me aprontou!
Não, nem vou lembrar dos outros,
eu vou é começar a trabalhar aqui mesmo,
afinal que político que sou,
aqui é o paraíso, só que não é o paraíso fiscal!...
Nossa! Nem me dei conta, já estou na frente dos homens,
aquele barbudinho ali eu acho que sei quem é,
sentado atrás daquele balcão com toda aquela pose,
vou começar logo o meu bate papo com ele,
 não vou deixar bancar o malandro comigo:
-- E aí, amiguinho, está com a barbinha branca, igual a minha,
não, desculpe, foi brincadeirinha, mas então o que tem pra me dizer?
-- O que fez  de bom na sua vida?
Há, ajudei muito pobre, e como os ajudei!...
-- Mas no livro, está dizendo que você ajudou também tanto rico safado!
-- Meu chapa, isto não tem importância, vou te passar a minha mensagem,
-- Você, quer dizer, mensalão? Isto aqui não!...
-- Calma aí Pedrinho, aceitei o mensalão, mas enchi muita barriga dos pobres,
--  Se você aceitou o mensalão, Então desce pro infernão!...
-- Socorro! Fogo! fogo, fogooô!...
-- O que foi homem, que pesadelo é este?
-- Há, mulher, então foi sonho?
-- Eu já lhe disse, mil vezes, Inacinho, pra não durmir com a barriga cheia!...

 
José Lourenço Florentino
Enviado por José Lourenço Florentino em 02/10/2007
Código do texto: T677925
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Lourenço Florentino
São Lourenço - Minas Gerais - Brasil, 72 anos
356 textos (8189 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 08:50)
José Lourenço Florentino