Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HOMENS SÃO COMO PEQUIS

HOMENS SÃO COMO PEQUIS

Homens são como pequis. Não é preciso muito esforço para colhê-los. Recolhe-se a fruta no chão mesmo, não é necessário subir na árvore. As mulheres não precisam dispensar muito esforço para ter um homem aos seus pés.
O cheiro dessa fruta é sentido a longa distância e atrai os catadores, assim como a beleza física do homem atrai todas as mulheres.
Para comer o pequi precisa de muito cuidado, pois a poupa que ele oferece é mínima em relação ao seu tamanho.  Depois da pequena superfície que serve como alimento encontra-se espinhos afiadíssimos e por causa do menor descuido pode sair com a língua espetada. Assim também são os homens. Eles não se entregam inteiramente. Tudo que oferecem é muito superficial. Se tentar ir mais além, na relação, percebe-se em que espinheiro se meteu. Começa então o sofrimento atroz.
Normalmente a pessoa que foi ferida com o espinho do pequi não volta a comer a fruta, ou terá agora muito cuidado ao fazê-lo. A mulher que foi ferida por um homem, será muito mais cautelosa quando vier a ter outro relacionamento.
Superficiais e perigosos, os pequis e os homens!
"É possível sentir, cheirar, tocar, lamber, chupar, apertar, sorver, se lambuzar e se deleitar. Só não pode morder. Nunca. O perigo é grande. A dor, indizível.”
(Prof. Mônica Zanol)
Mônica Zanol
Enviado por Mônica Zanol em 23/10/2007
Código do texto: T706733
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mônica Zanol
Rio Branco - Mato Grosso - Brasil, 51 anos
9 textos (1191 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/17 20:24)
Mônica Zanol