Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MARIDO EXEMPLAR

                                                         Ronaldo José de Almeida



  Anfilófio ganhou numa rifa dois ingressos para a final do campeonato mineiro de futebol. Era a partida mais esperada entre o Atlético e o Cruzeiro. Estádio completamente lotado, milhares de torcedores sem poder entrar por falta de ingresso.

Quando ele chegou ao Mineirão e assentou-se em seu lugar nas cadeiras numeradas, outro homem notou uma vaga ao seu lado, indagando então a Anfilófio se não se tratava de assento reservado.

Não, não está ocupado – foi a sua resposta.
Assombrado, o outro torcedor querendo puxar conversa acrescentou:

- Será que o dono ainda virá? Com certeza ele não perderá um jogaço deste, o senhor não acha?

Anfilófio, com muita calma, fitou o seu interlocutor, esclarecendo-lhe mais:
- Bom, na realidade, o lugar é meu, eu o comprei há algum tempo. Minha esposa viria comigo, mas ela faleceu. Esta é a primeira final de campeonato que não assistiremos juntos, isto desde que nos casamos, em 1982.

Surpreso, o outro indagou-lhe, já com curiosidade:
- Mas o senhor não encontrou outra pessoa que pudesse vir no lugar da falecida? Um amigo, um vizinho, um parente. Enfim, qualquer um que quisesse o lugar?

O homem negou com a cabeça, concluindo:

 - Não, todos ficaram ao velório!


///
RONALDO JOSÉ DE ALMEIDA
Enviado por RONALDO JOSÉ DE ALMEIDA em 28/11/2007
Reeditado em 18/12/2007
Código do texto: T756027

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
RONALDO JOSÉ DE ALMEIDA
Montes Claros - Minas Gerais - Brasil
391 textos (152451 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 18:11)
RONALDO JOSÉ DE ALMEIDA