Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

REGRAS QUASE SEGURAS SOBRE SEGURANÇA

REGRAS QUASE SEGURAS SOBRE SEGURANÇA
(Autor: Antonio Brás Constante)
 
Cada vez mais o ser humano recorre às diversas formas de segurança existentes para poder sobreviver nesta selva chamada Terra. Muitos buscam informações sobre este assunto, tentando aprender qual a melhor maneira de agir em casos de risco pessoal. Resolvi destacar algumas dicas, com base em uma palestra que assisti há algum tempo atrás (ATENÇÃO: estas dicas foram alteradas humoristicamente pela mente do autor, com fins meramente recreativos).

Começaremos pelos seqüestros relâmpagos, nestes casos esqueça o pára-raios e finja um desmaio ou mesmo um ataque cardíaco para não ser levado pelos marginais. Inconvenientes: O meliante pode achar que você está realmente à beira da morte, e como um bom cristão resolva sacrificá-lo para aliviar o seu sofrimento. Pode ocorrer também dele conhecer alguns procedimentos de enfermagem, resolvendo lhe reanimar utilizando a técnica de respiração boca-a-boca.

Outra informação importante diz respeito à distância que se deve ficar de um suspeito, que é de no mínimo uns vinte metros (para se certificar se está em uma distância segura, utilize uma trena eletrônica que você deverá carregar em sua bolsa, juntamente com o vale-assalto e o spray de pimenta, prevendo situações desse tipo). No caso do sujeito suspeito, com cara de mal e tatuagem no peito, tentar entrar no mesmo elevador que você, se possível, abra a porta do elevador e salte no fosso. Com certeza ele não irá mais segui-lo.

As mulheres são as principais escolhas dos assaltantes (logo após vem os idosos, crianças, homens de terno e algumas raças de cães). Muitos dos entendidos em segurança afirmam que apesar disto elas devem se acalmar, pois os ladrões buscam apenas se servir de seus objetos pessoais não querendo se aproveitar de suas vítimas. Porém, se formos levar em conta que para muitos homens as mulheres não passam de meros “objetos”, as afirmações acima podem não ser muito tranqüilizadoras.

Se estiver dirigindo, não pare em hipótese alguma após o anoitecer. Em casos de extrema necessidade, salte do carro ainda em movimento e role para algum lugar seguro acionando em seguida a sua seguradora.

Uma outra dica orienta que nunca devemos reagir a um assalto. A única exceção permitida é em casos de risco de vida. O problema está em saber quando estamos realmente correndo este risco, já que em sua maioria, as pessoas são abordadas com armas apontadas para seus corpos. Armas que estão nas mãos de indivíduos drogados e violentos. Talvez desse para ler nos olhos do assaltante as verdadeiras intenções dele, se a primeira coisa que ele dissesse não fosse: “Não olhe para mim senão morre!”.

Por fim, em casos de assalto devemos sempre manter a calma. Mesmo sendo humilhados e agredidos devemos ser educados com nossos algozes, e principalmente: não devemos fazer nada sem antes avisar a eles. Por exemplo, após tomar um tiro diga calma e pausadamente: Peito... Sangrando... Coração... Parando... Estou morr...

E-mail: abrasc@terra.com.br

(Site: www.recantodasletras.com.br/autores/abrasc)
 BLOG (me rendi a este tal de blog) : http://abrasc.blogspot.com/
Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

NOTA DO AUTOR: Divulgue este texto para seus amigos. (Caso não tenha gostado do texto, divulgue-o então para seus inimigos).

NOVA NOTA DO AUTOR (agora com muito mais conteúdo na nota): Caso queira receber os textos do escritor Antonio Brás Constante via e-mail, basta enviar uma mensagem para: abrasc@terra.com.br pedindo para incluí-lo na lista do autor. Caso você já os receba e não queira mais recebe-los, basta enviar uma mensagem pedindo sua retirada da lista. E por último, caso você receba os textos e queira continuar recebendo, só posso lhe dizer: "Também amo você! Obrigado pela preferência".

ULTIMA NOVA NOTA DO AUTOR: Agora disponho também de ORKUT, basta procurar por "Antonio Brás Constante".

Antonio Brás Constante
Enviado por Antonio Brás Constante em 02/12/2007
Código do texto: T761441
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Brás Constante
Canoas - Rio Grande do Sul - Brasil, 101 anos
399 textos (86469 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 10:33)
Antonio Brás Constante