Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PINGUÇOS

   

Todos os dias nestor e romeu, chegavam no buteco do

     português e pediam:


    - ô portuga solta dois lampiões(2 copos de aguardente).

    e, eles sorviam aquela queimação.

    e, repetiam.....por muitos dias, muitos anos, sempre

    na mesma hora.

    Certo dia, o romeu abotoou o paletó,foi prá terra dos

    pés juntos, houve grande comoção...do nestor,
 
    do português e de alguns pinguços do vilarejo.

    Pois bem, no final das encomendas, da terra à terra do

    pó ao pó (principalmente por esta), o nestor chegou ao

    buteco e pediu dois lampiões.

    - prá que dois pergunta o português?

    - de agora em diante seu portuga em homenagem ao meu

      amigo todo dia vou pedir duas canhas, prá homenagear

      o falecido.

    E,assim ocorreu por muito tempo...

   Certo dia o nestor chegou no buteco e disse:

    - seu portuga, dá um lampião...

   O português estranhando perguntou?

   - uai e o do seu amigo romeu?

   ao que nestor respondeu:

   - ah...a dele tá aí...é que hoje não posso beber...

    " dispois o sinhô arrepete a dele!"
Maurélio Machado
Enviado por Maurélio Machado em 17/12/2005
Reeditado em 21/12/2005
Código do texto: T86982
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Maurélio Machado
São Bento do Sul - Santa Catarina - Brasil
7709 textos (1651995 leituras)
2 áudios (1128 audições)
88 e-livros (6117 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 06:21)
Maurélio Machado