Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

caso de caserna 1- O garçom e a francesa





A vinda de um general em qualquer Unidade de tropa é sempre um motivo de alegria . Mas também de preocupação. Principalmente quando vem acompanhado da  esposa. Este problema do comandante seria resolvido com a designação de um soldado para servi-la. A preocupação aumentou quando, imediatamente ao chegar ao quartel, o insigne chefe militar interpelou rispidamente o comandante perguntando-lhe quem era o militar sem cobertura no pátio que ele havia visto do avião , quando este sobrevoava a Unidade para aterrissar - a área de pouso do aeroporto fica próxima do portão de entrada do Quartel.
Como o serviço seria à francesa, o militar designado procurou saber como se portaria.
Durante o almoço, foi notado que a esposa do general não era servida. Imediatamente o S/4 tomou providências. O soldado foi substituído, mas a senhora continuou não sendo atendida. Notou-se que os soldados se aproximavam dela, falavam algo, mas não a serviam. A situação chegou a um ponto que o próprio S/4 interveio e finalmente a senhora foi devidamente provida.
Ao término da atividade, o S/4 chamou os implicados, no caso o soldado designado e o que o substituiu, para tomar-lhes satisfações por tamanha descortesia com a esposa do comandante da Brigada.
Os soldados foram se explicando:
“ Pois é, major, eu não falo francês. E embora tivesse aprendido algumas palavras , ontem no alojamento da companhia ,como  Sutiâ, Abajur, Uí, Petipuá e outras, e além disso perguntava , é claro em francês, se a madame francesa queria algo, ela não respondia nada......”
Servir “ à francesa ” não é servir a francesa. E que a  esposa do general não era francesa,  como depois entenderam os soldados rancheiros.

FLAVIO MPINTO
Enviado por FLAVIO MPINTO em 01/01/2006
Código do texto: T93140

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FLAVIO MPINTO
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 65 anos
530 textos (94143 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:36)
FLAVIO MPINTO