Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ARTIMANHA DA ARANHA

A aranha
apanha um fio,
solta a linha
e espicha o pavio
de sua teia prateada.

Tece a malha
e trabalha a rede
com perfeição.

Desenha arabescos,
e estende pelos ares
labirintos e perigos
infinitos.

O fio sedoso,
desafio de luz,
hipnotiza e seduz:
 
a mosca fascinada
é enrolada com zelo
no novelo
da armadilha sutil.
 
O fio que a aranha tece
não é prece,
nem é oração:
é artimanha (ou arte-manha?)
de quem merece
uma boa refeição.
José de Castro
Enviado por José de Castro em 17/06/2006
Reeditado em 20/11/2013
Código do texto: T177171
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José de Castro
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
2254 textos (673272 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 18:57)
José de Castro