Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cadeira de palhinha

Cadeira de palhinha
 maria da graça almeida

Oh!
Tantos furos em fileira,
quantos furos na cadeira!
Examino-a, faltam nacos,
na cadeira há buracos!
Ah!
O meu dedo é tão fino,
delicado e franzino.
Para mim não há segredo,
num dos furos boto o dedo!
Hum!
O buraco encolheu,
ou meu dedo aqui cresceu?
Minha mãe, estou com medo,
todo preso tenho o dedo!
Ui!
Não me fira o dedo fino,
ele é fraco e pequenino.
Danifique a cadeira,
mas a mão quero inteira!
Ai!
Este dedo não sai, juro,
o buraco o traz seguro.
Meu dedinho jaz escuro,
livre-o logo deste apuro!
maria da graça almeida
Enviado por maria da graça almeida em 18/05/2005
Reeditado em 30/10/2005
Código do texto: T17850
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
maria da graça almeida
São Paulo - São Paulo - Brasil
248 textos (14806 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:08)
maria da graça almeida