CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

Oração de bebê

Querido papai do céu,
peço-lhe que se empenhe,
em não me deixar faltar o sono,
quando da escuridão da noite.

Caso não seja possível atender-me,
nunca deixe faltar paciência
ao meu papai da terra;
quando com medo do escuro,
passo a passo, eu procurar
sua cama no meio da noite.

Querido papai do céu,
abrandes o coração do meu pai,
para comigo não zangar,
quando nas noites,
eu fizer carinho
no rosto dele,
simplesmente para acordá-lo
e comigo ficar de companhia;

Se não for pedir demais,
que ele brinque comigo
até que o dia expulse a noite,
e com ela vá embora os meus medos.

Papai do céu,
se não ouvires os meus pedidos,
não vou aborrecer com você.
Então lhe peço apenas
que me dê coragem;
uma coragem de pai,
para enfrentar os meus fantasmas.
E, que a cada noite,
seja fortalecida esta bravura,
pois a cada por do sol,
parece que mais crescem
os meus temores,
ou, então, simplesmente
faça-me acostumar
com a escuridão,
e se puder, faça com que
eu goste das noites,
mesmo que escuras.

Obrigado,
meu papai do céu,
por ouvir-me, amém.
IVAN CORRÊA
Enviado por IVAN CORRÊA em 16/04/2007
Reeditado em 14/05/2011
Código do texto: T452221
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Deve citar a autoria do texto). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
IVAN CORRÊA
Catalão - Goiás - Brasil
2325 textos (67349 leituras)
5 e-livros (131 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/04/14 17:49)