Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tagarela

Tagarela
 maria da graça almeida

Que menina tagarela,
fala  pelos cotovelos!
Fecho até minha janela,
quando quero ter sossego.
Se calada, de repente,
penso aflita: está doente!
Será febre, resfriado,
alergia ou dor de dente?

Se me meto em suas falas,
faz carinha emburrada,
ofendida,  já responde
com vozinha irritada:
- Sou quieta, sou calada,
sou garota recatada...
na verdade, a danada
é esta boca escancarada,
que sempre da vida alheia
vive dizendo asneiras,
que sabe muito de tudo
e ri-se de um modo absurdo!
maria da graça almeida
Enviado por maria da graça almeida em 29/10/2005
Código do texto: T65062
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
maria da graça almeida
São Paulo - São Paulo - Brasil
248 textos (14811 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:12)
maria da graça almeida