Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A SEREIA E O AMOR

Uma sereia tinha ouvido muitas lendas sobre elas – sereias – que chamavam os marinheiros com sua voz macia e encantada para a morte. Mas, ela sabia, eram só lendas. Porque as sereias têm por objetivo dar apoio às navegações perdidas, por isso o canto. Ela queria conhecer um humano de perto. Ver como são as tão famosas pernas, que nem imaginava como funcionava, será que também serviam para nadar? Então tomou uma decisão, iria sair de seu mundo das águas encantadas para conhecer o que havia lá fora, em outras águas. Esperou todo mundo  se preparar para o descanso e se foi mar a dentro. Era muito interessante essa sensação de liberdade que sentia agora, gostava de seus pais e amigos, porém nunca tinha se sentido assim tão...intensa, tão inteiramente ela. Até que de repente bateu em algo...olhou parecia alguém como ela, mas não tinha cauda!!! Não tinha cauda!!! O rapaz olhou para ela assustado e maravilhado com a visão estonteante e ao mesmo tempo estranha de um peixe..ou seria um a mulher? Os dois ficaram se olhando até que o rapaz rapidamente teve que subir à superfície para respirar o que deixou nossa cientista dos mares mais intrigada ainda. Passado um tempo voltou e fez sinal para ela lhe acompanhar e assim fez. Ela conseguia respirar fora da água, mas ele não conseguia dentro da água. Tentaram se entender... falavam do mesmo jeito! Ele sabia que ela era uma sereia e estava apaixonado por ela e ela, desconcertada, disse apenas que queria conhecer o que eram pernas ele conhecia? Ele abriu um longo sorriso, um lindo sorriso, e mostrou suas pernas para ela. E, para sua surpresa serviam para nadar também! Ele lhe pediu que ficasse nunca encontrara uma mulher tão linda! Ela explicou que não podia tinha saído apenas para descobrir o que era o mundo além do dela e conhecer... pernas...ah, lembrou, as sereias não são traiçoeiras. Ele sabia disso e estava ali também para descobrir uma lenda. Queria ver uma sereia e ali era o lugar que, segundo as lendas, era onde elas haviam sido vistas. Os dois estavam procurando um ao outro, mas eram de mundos diferentes e não havia nada que pudesse ser feito. Existia um feitiço que a linda sereia não sabia se era verdade, mas, se houvesse amor entre os dois, um deles tomaria a forma do outro. Ou, ela iria para o mundo dele ou ele iria para o mundo dela. Decidiram que seria difícil se desfazerem de todos os laços com seus mundos e cada um tomou seu rumo de volta para casa. Nossa linda sereiazinha estava desconsolada de tristeza por encontrar o amor e ao mesmo tempo perdê-lo. Começou a nadar mais depressa deveriam estar preocupados com seu sumiço. Porém, quando chegou ao seu maravilhoso mundo encantado viu todos serenos, tranqüilos, não tinham sentido sua falta? Perguntou? Sim, mas aquele jovem nos trouxe a notícia que você já estaria chegando...ela não acreditou! Era o rapaz que encontrara! Com uma CAUDA! Chorou de emoção ao abraçá-lo! Existia o amor entre eles! E ele havia trocado seu mundo antigo para viver nas águas com ela. .. Seu universo era mesmo encantado, pois nele o verdadeiro Amor transforma até as mais diferentes criaturas...



Mariani Batista
Enviado por Mariani Batista em 24/09/2007
Código do texto: T666104

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o blog http://passeiopormimmesma.zip.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mariani Batista
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 47 anos
430 textos (33520 leituras)
5 e-livros (270 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 14:54)
Mariani Batista