Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A COBRA QUE QUERIA CANTAR

Marcos Barbosa / 1986

Quando eu era criança, gostava muito de brincar nos fundos do quintal. Certa vez encontrei embaixo de uma árvore frondosa, uma cobra conversando animadamente com um passarinho. A cobra, com um ar de tristeza, confessava ao passarinho o seu desejo de voar, acalentado há muitos anos.
— Sabe de uma coisa, passarinho?
— Não , dona cobra. Eu não sei de nada... A única coisa que sei fazer no mundo é cantar.
— Não é nada disto passarinho. Eu estou querendo dizer a você que eu estou cansada de rastejar pelo chão sujo. Eu gostaria de saber voar e cantar bonito assim como você canta e voa.
— Eu ehm... Se você aprender a cantar e voar, vai ser pior para nós e também para a humanidade racional, os homens, que já sofreram muito com as suas mordidas.
— Mas por que você diz isso? Respondeu a cobra.
— Ora esta, se você cantasse bonito como eu canto e também voasse, ninguém teria medo de você. Aí... Sabe... As cobras do mundo todo se transformariam em armadilhas vivas espalhadas pelas moitas dos quintais.
— Passarinho, você não entende o que eu estou querendo dizer. Acontece que se eu soubesse cantar bonito, todos me tratariam bem. Eu acho que se ninguém tivesse ódio de mim, eu não ficaria tão envenenada como sou.

                          PASSANDO O CHAPÉU:

Agência 01616
Banco 232 - Bradesco
Conta corrente 0674315-3
Favorecido: Marcos Aurélio Barbosa da Silveira

Agradecemos todas a contribuições depositadas no "chapéu" que foi substituido pela conta bancária acima.

ANTIGAMENTE HAVIA UM MÉTODO SIMPLES DE FINANCIAMENTO POPULAR DA ARTE, PASSANDO O CHAPÉU. ARTISTAS, POETAS E ATÉ ALGUNS ESCRITORES, APÓS A APRESENTAÇÃO DE SUA PRODUÇÃO LITERÁRIA OU ARTÍSTICA PASSAVAM O CHAPÉU PARA OS OUVINTES, QUE OFERTAVAM A SUA CONTRIBUIÇÃO  EM PRAÇA PÚBLICA E ATÉ EM FESTAS PARTICULARES.
OS TEMPOS MUDARAM E OS COSTUMES SÃO OUTROS... ENTÃO ESTAMOS TENTANDO ARRECADAR A CONSTRIBUIÇÃO DOS LEITORES QUE GOSTAM DE NOSSOS TEXTOS PARA POSSIBILITAR A  PUBLICAÇÃO DE NOSSOS LIVROS NA VERSÃO IMPRESSA.
SABE-SE QUE LIVRO NÃO DÁ LUCRO PARA ESCRITOR INICIANTE, MAS MESMO ASSIM O NOSSO SONHO DE CRIAR UMA FUNDAÇÃO E DEIXAR UM PEQUENO LEGADO CULTURAL PARA AS GERAÇÕES FUTURAS NÃO ACABOU. UM PROJETO QUE PRETENDEMOS FINANCIAR É A PRODUÇÃO E DISTRIBUIÇÃO GRATUITA DE UM JORNAL DE CONTEÚDO EDUCATIVO/ CULTURAL NAS  ESCOLAS PÚBLICAS.
Dom Marcos Barbosa II
Enviado por Dom Marcos Barbosa II em 25/09/2007
Reeditado em 12/04/2013
Código do texto: T667691
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ( Autorizamos a publicação citando o autor e a fonte: Marcos Barbosa - www.recantodasletras.com.br/autores/marcosbarbosa). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dom Marcos Barbosa II
Águas Lindas de Goiás - Goiás - Brasil, 60 anos
220 textos (35981 leituras)
11 e-livros (657 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 12:14)
Dom Marcos Barbosa II