Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O ratão paçoca


Lá no esgoto que leva as águas, que são usadas no armazém, até o rio é uma verdadeira cidade. Suas paredes estão cheias de buracos, que são as tocas feitas pelos ratos que moram lá. Eles andam de lá pra cá pela água, sobem pelas paredes, pulam, brincam e fazem uma verdadeira festa. Levam uma vida de ratos felizes, pois não falta nada para eles.
É só sair do esgoto, entrar por um buraco qualquer no armazém, que lá dentro é uma fartura, de restos pelo chão, que eles são todos gordos e bem alimentados. Se o dono do armazém tampa um buraco, os ratos abrem outro e esse é o único trabalho que eles tem para conseguirem um montão de comida.
A toca mais bem cuidada e arrumadinha dali é a que mora a dona Ratazana. Muito gorda e brincalhona ela é uma viúva, seu marido era um rato que morreu preso numa ratoeira, que vive em sua toca com a sua filha uma ratinha muito bonita e dengosa chamada Belinda. Todos os ratos dali querem namorar a filha dela, mas a dona Ratazana não deixa e fala pra eles:

     - Minha filha não vai namorar qualquer rato não. Ela é uma ratinha muito bonita e vai se casar com um rato muito importante. Esteja dito.


Outro morador dali é o ratão Paçoca. Ele é grandão, tem o tamanho de um gato pequeno e é um rato vadio. Seus bigodes de rato estão sempre aparados.
Usa uma camiseta amarela, shorts de atleta e a ratinha Belinda acha ele um rato muito bonito e charmoso. Ele também acha bonita aquela ratinha de olhos grandes, muito faceira e que usa brinquinhos de pedras azuis na orelha. Tem muita vontade de namorar a ratinha Belinda, mas a dona Ratazana nunca vai deixar porque ele não é um rato importante.


O dono do armazém achou uma solução pra acabar com os ratos que vivem furando os sacos de milho e roendo a sua mercadoria. Arrumou um gato malhado, que gosta de caçar ratos, e trouxe ele pra morar ali. É um gato gorducho e preguiçoso que vive dormindo em cima das sacas, mas quando um rato aparece ele acorda e se o rato não corre ele nhoc... Engole o coitado.
A dona Ratazana, desde que aquele gato anda por ali, vive pensando preocupada com a sua filha.
 
     "Essa minha ratinha está ficando muito magrinha. Se continuar desse jeito, com esse gato por ai, nenhum rato importante vai querer casasr com ela".


O ratão Paçoca resolveu a situação. Além de um rato grande e forte ele é muito esperto e ficou escondido, espiando o rato até que ele dormisse. Quando ele começou a roncar, e o ratão Paçoca percebeu que ele dormia um sono pesado, foi devagarzinho por trás dele e deu uma mordida bem forte em seu rabo.
Todo mundo sabe que mordida de rato deixa doente e o gato teve de ir pro hospital de gato pra se tratar. Quando sarou ficou com medo e não voltou mais pro armazém.
O ratão Paçoca ficou sendo um rato importante, por causa do que fez, e a dona Ratazana deixou ele namorar com a ratinha Belinda. Os dois se casaram, tiveram um monte de ratinhos e, como na história do principe e da princesa, mesmo sendo só um casal de ratos viveram felizes para sempre.



O ratão Paçoca é um rato grande e valente, mas até um rato pequeno e fraquinho pode ser muito perigoso para uma criança. Quando ela anda descalça, brinca em uma enchente ou é mordida pelo rato pode pegar uma doença chamada leptospirose. É uma doença contagiosa e um cachorrinho quando focinha o rastro de um rato é afetado por ela e pode morder a criança e deixar ela doente.
Se você estiver brincando em um lugar e ver que lá tem um rato não chega perto dele não. Avisa o papai e vai brincar em outro lugar, pois se ele te morder você vai ficar muito doente.

CARLOS CUNHA o Poeta sem limites
Enviado por CARLOS CUNHA o Poeta sem limites em 22/11/2007
Código do texto: T747169

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
CARLOS CUNHA o Poeta sem limites
Japão, 63 anos
369 textos (437920 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 04:14)
CARLOS CUNHA o Poeta sem limites