Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

" O SAPO SAPÃO DA BOCA CHEIA DE DENTES"

   Sapão era o maior sapo do brejo.Ele era melhor em tudo, melhor pegador de besouros, ele era o mais forte, até as cobras corriam dele.
   Um dia Sapão passeava tranqüilo pelo bosque pensando na vida, quando de repente, se depara com uma enorme dentadura humana a sua frente.Ficou assustado, mas pensou um pouco e disse: _Alguém deve tê-la perdido ou a esqueceram aqui.
   Sapão ficou pensativo: _Muitos bichos têm esses dentões dentro da boca, só eu que não tenho, então se eu colocar esses dentes devo até ser mais respeitado por todos.
   Sapão pega e põe a dentadura, e adivinhe?Coube direitinho!
   Sapão agora tem dentes grandes e tem que mostrar pros outros bichos, antes, porém ele quer ver o seu novo visual.
   Sapão então vai até a margem da lagoa e vê a sua imagem refletida na água e abre um enorme sorriso quando vê que ficara bonito com a dentadura.Ele dá pulos de alegria!Era o único sapo que tinha dentes grandes e brancos.
   Sapão andava todo empinado e orgulhoso, parecia estar nas nuvens.Todos os bichos riam dele.
   _Olha o sapo de dentes, olhem os dentes do sapo.
   _Que sapo feio, que sapo bobo, diziam as rãs!
   As pererequinhas corriam de medo dele!Coitado, parece que ninguém gostou dos seus dentes grandes, ele então ficou muito triste.
   Um dia ele resolveu tomar um banho na água quentinha da lagoa, entrou na água e ficou bem quietinho, parecia uma enorme pedra, só os olhões ficaram de fora.
   Uma pererequinha nadava tranqüila perto dele, quando de repente, uma enorme cobra se aproxima dela bem devagarzinho.A cobra deu um bote e zás, pegou a pererequinha pela perna.
   Sapão, ouvindo a gritaria da pobre coitada disparou como um raio e pegou a cobra pelo rabo, deu-lhe então uma forte mordida.A cobra deu um grito de tanta dor e deixou a pererequinha escapar.
   Sapão inflou todo e ficou ainda maior, a cobra assustada saiu em zigue-zague com o rabo queimando de dor.
   A pererequinha contou para todo mundo, e todos agora gostam de Sapão, por onde ele passa, todos começam a cantar:
   “Olhem os dentes do sapo.
    Olhem o sapo de dentes.
    Olhem os dentes do sapo.
    Olhem o sapo de dentes.
    Sapo grande e bonito, sapo grande e valente.
    Sapo grande e bonito, da boca cheia de dentes."

Belchior Contins
Enviado por Belchior Contins em 25/11/2005
Código do texto: T76013
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Belchior Contins
Lagoa Santa - Minas Gerais - Brasil, 50 anos
46 textos (3954 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:34)
Belchior Contins