Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SANTOS-DUMONT, NO CORAÇÃO DA HUMANIDADE

Welington Almeida Pinto

O INVENTOR QUE COLOCOU O BRASIL NO PÓDIO PERMANENTE DA CIÊNCIA UNIVERSAL
DE TODOS OS TEMPOS

EM PAÍSES DESENVOLVIDOS, a preocupação do Governo é estimular seu povo a guardar a memória de seus grandes vultos, personalidades responsáveis por realizações, que, de uma ou outra forma, foram úteis à Humanidade.

Para o coronel Deoclécio Lima de Siqueira, ex-diretor do Instituto Histórico-Cultural da Aeronáutica, Alberto Santos-Dumont é, sem a menor sombra de dúvida, o Pai da Aviação. E afirma: ... “diante dos documentos históricos é indiscutível o grande valor das realizações de Santos-Dumont. Esquecê-las ou distorcê-las é imperdoável, pois, além de injusto, é prejudicial ao futuro que não deve ignorar as verdadeiras causas das conquistas humanas. Na verdade, o sucesso de nosso patrício baseia-se nas suas qualidades bem brasileiras: na persistência do mineiro que era; na audácia do paulista que tanto conheceu; na perspicácia do caboclo em seu raciocínio; na sagacidade do nosso índio em seu povo; no gênio inventor que possuía, no desprendimento do brasileiro de toda hora; no idealismo do idealista de sempre.”

Nosso livro tem como objetivo estimular na juventude brasileira interesse pela nossa história, além de despertar o sentimento de orgulho por um grande cientista, que colocou o Brasil no pódio permanente da Ciência Universal de todos os tempos.

O Autor


LEIA TAMBÉM A SAGA DO PAU-BRASIL
UM LIVRO QUE PASSEIA PELA HISTÓRIA DO BRASIL ATRAVÉS DA ECOLOGIA

Rebobinando nossa História, vale fazer uma viagem no tempo e passear pela história do Pau-Brasil, nesta parte do Continente Americano, aqui contada de forma especial para alunos do ensino fundamental. E a quem mais possa interessar.
O livro A Saga do Pau-Brasil tem como base o princípio da Pedagogia de Projetos, capaz de estimular discentes e doscentes a promover pesquisas interdisciplinares, inclusive de campo, com o objetivo de facilitar o aprendizado de uma questão histórica em sala de aula.
Combinamos conteúdo de várias disciplinas, como História, Ecologia, Geografia, Ciências, Matemática, Estudos Sociais e Português, como suporte para avaliação de alguns trechos e melhor aproveitamento do conteúdo.
A idéia é apontar um caminho criativo para o estudo de várias matérias em torno de um assunto único.


APROVEITAMENTO DIDÁTICO

Ensaio de composição híbrida, em que o autor inicia como se fosse uma longa reportagem sobre o Pai da Aviação, para depois passar a romancear a vida do Cientista, que se alonga por curiosos e inteligentes diálogos com seus pais, irmãos e encarregados da Fazenda Dumont.
Frases soltas, ditas por Santos-Dumont e garimpadas de seus livros publicados e declarações em jornais e revistas da época, vão se interpondo à criação do autor, até montar um painel de texto bem original, traduzindo o pensamento do Inventor, desde a infância, passando pela juventude, até sua morte.
A narrativa, de forma simples e clara, mostra o Inventor, buscando em Paris condições intelectuais e físicas para colocar em prática seu sonho: voar.

Explorando o clima de descontração do biografado, o autor entra pela história, citando fatos e nomes importantes da época, numa tentativa de oferecer um quadro pedagógico, capaz de levar o aluno a interagir com o texto.
Santos-Dumont é um exemplo que deve ser seguido. Brasileiro inteligente e instruído, foi considerado pelo Universo Científico um dos Inventores mais importantes do Mundo, colocando o Brasil no pódio permanente da Ciência de todos os tempos.

MENS LEGENDO ALITUR
Welington Almeida Pinto

ALBERTO SANTOS-DUMONT nasceu no dia 20 de julho de 1873, na Fazenda Cabangu, distrito de João Aires, no então município de Palmira, atual Santos Dumont, em Minas Gerais. Filho do engenheiro Henrique Dumont, de Diamantina, e Dona Francisca de Paula Santos, de Ouro Preto. Irmãos, sete: Henrique, Maria Rosalina, Virgínia, Luis, Gabriela, Sofia e Francisca.
O inventor brasileiro foi consagrado Pai da Aviação por ser o primeiro homem na História da Aviação Mundial a levantar vôo com um aparelho mais pesado do que o ar, conquistando o Prêmio Archdeacon com o aeroplano 14 Bis, dia 23 de outubro de 1906, em Bagatelle, na França.
Criou novos aparelhos e bateu todos os recordes de velocidade da época. Com o Demoiselle, em setembro de l909, superou seu próprio recorde no primeiro raid da aviação que se tem notícia no Mundo, indo de Saint-Cyr até Buc, em pouco mais de sete minutos. Entre outras invenções, Santos-Dumont criou o Relógio de Pulso, industrializado pela Relojoaria Lecoultre com o nome de Santô e os esquis dotados de motor, aprovados por alpinistas na Suíça.
Santos-Dumont também foi o primeiro aeronauta a possuir quatro cartas como aviador, emitidas pela Federação Aeronáutica Internacional, sediada em Bruxelas, Bélgica. São elas: piloto de Balão Livre, de Balão Dirigível, de Biplano e de Monoplano. Do Governo Francês recebeu o grau máximo de Grande Oficial da Legião de Honra. E, no Brasil, entre centenas de homenagens e conquistas, foi eleito para Academia Brasileira de Letras, em 1931. Autor de três livros: A Conquista do Ar (1901), Meus Balões (1903) e O Que Eu Vi - O Que Nós Veremos (1918).
Em 23 de setembro de 1959 foi aprovado pelo Congresso Nacional o projeto de lei que concedia ao cientista brasileiro o posto honorífico de Marechal-do-Ar da Força Aérea Brasileira, consagrando de forma sem precedentes, o nome de quem tão alto elevou o Brasil, com o feito extraordinário do 14-Bis.
Patrono da Força Aérea Brasileira.


A INFÂNCIA
Fazenda Cabangu, em Minas Gerais.

Nascido na Fazenda Cabangu, onde o pai se instalou com a família para construir um trecho da estrada de ferro da Central do Brasil.
Alberto era um menino talentoso, extremamente curioso, demonstrando gosto pelas coisas raras e originais. Brincava com os irmãos pelos arredores da casa da fazenda, mas também gostava de folhear e ler os livros da biblioteca do pai.
Desde cedo, sua maior diversão era olhar para o céu em busca de um pássaro voando. Passava horas e horas observando o movimento das aves, principalmente quando alçavam vôo, cortando o céu, com rapidez, facilidade e segurança, ressaltava que umas batiam asas com velocidade incrível e havia aquelas, com suas longas e imóveis asas, que planavam por um longo tempo no ar, bem lá no alto.
Outro momento mágico que seduzia o espírito curioso de Alberto era assistir a evolução dos pequenos balões de papel, soltos nas festas juninas. Motivado pela brincadeira começou a fazer e soltar pipas. Criou vários modelos e passava horas e horas examinando, com minúcias, o comportamento de cada uma no ar, tirando suas conclusões.
A família era grande e unida. Os pais, preocupados em oferecer boa educação aos filhos, mantinham-se atentos às indagações e curiosidades de cada um, especialmente com Alberto que, desde miudinho, apresentava um corpo franzino e débil, mas sempre muito ativo e interessado por tudo.
Um dia, quando tinha pouco mais de seis anos de idade, logo após a mucama Minalva tirar o jantar, ele surpreende a todos, perguntando:
- Pai, por que o homem não tem asas que nem os pássaros?
Doutor Henrique pôs-se a rir da curiosidade de Alberto. E explica:
- Meu filho, o homem não foi dotado de asas, mas foi dado a ele o dom da inteligência. E você queria mais? Quem sabe, usando essa preciosa graça, um dia voaremos através de uma máquina qualquer!?... Para os passarinhos o poder de voar foi ótimo, pois além de ser lindo ver um pássaro voando, mais bonito ainda é admirar um bando em revoada. O mais importante é que nesse vôo os pássaros prestam um grande serviço à Natureza.
E olhando em direção aos outros filhos em torno da mesa:
- Vocês sabem qual é essa grande tarefa?
- Eu sei - responde Virgínia. Eles comem as frutinhas e saem por aí espalhando suas sementes.
- Isso mesmo!... aplaude a mãe, orgulhosa.
- Não entendi - franze a testa Alberto, alisando os cabelos.
Adianta o irmão mais velho, com deboche:
- Pelo cocô.
- O quê!... espanta-se Alberto, corado. Pelo quê?...
- Eca! – exclama Sofia, tapando o nariz com a mão.
- Isso mesmo, seu irmão está certo - interfere o pai, sacudindo suavemente a cabeça. - É pelas fezes dos pássaros que muitas sementes de árvores são esparramadas pelos campos, garantindo a formação de florestas ricas em várias espécies de plantas; cada uma distante milhares de metros da outra.
Alberto ainda insiste:
- Pai, responde. O homem deveria ou não voar?
Doutor Henrique medita um pouco, antes de responder.
- Pensando bem, acho que sim. Ficaria tudo mais fácil, não? Sair por ai voando!... Que legal, hein?... Tornaria bem mais curtas as distâncias entre os lugares. Meu filho, voar sempre foi o sonho do homem desde o princípio do mundo. Ícaro colou penas no corpo com cera e tentou voar, imitando as aves. Agora, inventar uma máquina para voar!... - o pai coça a cabeça, sorrindo - Isso, eu não sei!... Mas, como tudo anda evoluindo muito rápido nos últimos tempos, pode ser. Quem diria que o homem inventaria um meio de transporte como o trem de ferro tocado a vapor, rodando sobre trilhos. Tudo indica que, um dia, um geniozinho poderá descobrir um meio mecânico para dominar o espaço aéreo. Será!?... Quem viver, verá!
- Esse Ícaro, quem foi? - arrisca Alberto a perguntar.
Doutor Henrique olha admirado para ele, e aponta o dedo indicador para Dona Francisca, piscando o olho direito.
- Sua mãe pode falar melhor do que eu, ela tem mais talento para contar histórias.
A mãe, surpresa:
- Eu!... Meu bem! Mas, nem sei se ainda me lembro direito dessa história.
Os filhos apóiam entusiasmados, gritando todos de uma só vez.
- Conta!... Conta!... Conta!...
- Tudo bem! Conto, sim. Mas quero selar um compromisso com vocês. Assim que terminar, cada um chispa para sua cama. Prometem?
Todos concordam. E ficaram olhando em silêncio para a mãe, aguardando pelo início da história.

* TRANSFERENCIA DESTE LIVRO PARA SEU COMPUTADOR.

* Quer ter acesso ao livro SANTOS-DUMONT, NO CORAÇÃO DA HUMANIDADE e transferir  o texto integralmente para seu computador? Muito Simples. Entre no site abaixo e faça o download:

www.paidaaviacao.blogspot.com

Basta  ter instalado no seu computador um editor de texto: Microsoft Word ou Office.  SELECIONE TUDO, COPIE e COLE.

Depois de salvo numa pasta, para melhor usufruir do conteúdo, assunto por assunto, vá ao índice, selecione o título deslizando o mouse com o botão esquerdo pressionado. Aperte CTRL + tecla C para copiar. Em seguida, pressione CTRL + tecla U que aparecerá na tela o quadro de busca. Na janela LOCALIZAR cole o título que você selecionou apertando CTRL + tecla V – agora basta clicar LOCALIZAR PRÓXIMA. Pronto.

Se quiser pode clicar uma palavra referente a um assunto que queira esclarecimento. Basta pressionar CTRL + tecla U e digitar a palavra na linha de busca. Cada vez que clicar Localizar próxima vai aparecer um texto sobre o assunto, e assim por diante até encontrar o esclarecimento que deseja.


i.PÁGINAS:
Welington Almeida Pinto

* Biográfico:
www.welingtonpinto.blogspot.com
www.welingtonpinto.kit.net

* POESIA:
www.versoslivres.blogspot.com
www.palavrascomarte.blogspot.com

* CONTOS INFANTIS:
www.mundodacrianca.blogspot.com

* CONTOS & CRÕNICAS:
www.casadoscontos.blogspot.com
 www..contosparaeros.blogspot.com

* EDUCAÇÃO:
www.educacaoemfoco.blogspot.com

* SAÚDE BUCAL INFANTIL:
 www.infanciasorridente.blogspot.com

* ESCOLA LEGAL/Teatro infantil:
www.teatronaescola.blogspot.com


* LIVROS DISPONÍVEIS NA WEB

* O MÁGICO DE OZ:
www.omagicodeoz.blogspot.com - www.ieditora.com.br

* SANTOS-DUMONT, NO CORAÇÃO DA HUMANIDADE:
 www.paidaaviacao.blogspot.com

* A SAGA DO PAU-BRASIL(história):
www.asagadopaubrasil.blogspot.com


LEGISLAÇÃO FEDERAL DO BRASIL

* O CONDOMINIO E SUAS LEIS:
 www.condominiopredial.blogspot.com
 www.ieditora.com.br
 www.legislacaobrasileira.kit.net/condominio

* EMPREGADA DOMÉSTICA:
www.empregadodomestico.blogspot.com
www.ieditora.com.br
 www.legislacaobrasileira.kit.net/empregadadomestica

* ASSÉDIO SEXUAL NO LOCAL DE TRABALHO:
www.assediosexual.blogspot.com
www.ieditora.com.br
 www.legislacaobrasileira.kit.net/assediosexual

* CÓDIGO DO CONSUMIDOR:
www.codigodoconsumidor.blogspot.com
www.ieditora.com.br
 www.legislacaobrasileira.kit.net/consumidor

* LEI DO LIVRO
www.leidolivro.blogspot.com

E-mails:
welingtonpinto@yahoo.com.br
welingtonpinto@oi.com.br
Welington Almeida Pinto
Enviado por Welington Almeida Pinto em 24/05/2005
Código do texto: T19317
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Welington Almeida Pinto
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 67 anos
31 textos (104063 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:39)
Welington Almeida Pinto