Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O ET DE VARGINHA

Tudo começou quando o bombeiro Sandro Norman
estava em seu posto treinando em um exercício para casos emergências, na base do corpo de bombeiros.
Ele sempre gostou de ser um bombeiro e trabalhava no distrito da cidade de Varginha em Minas Gerais.
Sandro tinha um irmão chamado Gustavo, este morava com seus pais e sempre foi muito esperto.
Ele era um estudante de dezessete anos que sempre ia a um parque para apreciar os elementos da natureza que tanto gostava.
O parque da cidade era todo florido e verde com varias arvores e matas de se perder de vista, ele ficava um pouco afastado da cidade mas Gustavo sempre ia lá.
Já fazia algum tempo que os dois irmãos não se viam, por causa do trabalho de Sandro.
Corria o ano de 1996 quando Gustavo foi para este parque para analisar algumas plantas dali com alguns equipamentos que tinha.
Ele tinha uma namorada que sempre o ajudava pois ambos gostavam de estudar a natureza e sempre iam pra lá, esta chamada Amanda.
Era o dia 14 de janeiro quando eles foram para lá, estavam ali analisando aquele parque com seus equipamentos quando Gustavo começou a falar de seu irmão Sandro.
Ele  estava com saudades de seu irmão pois já fazia bastante tempo que ele não o via.
Depois de algumas horas ali analisando o parque, os dois foram embora de volta para as suas casas.
Porem Gustavo esqueceu sua camera fotográfica ali com as fotos tiradas por ele.
Logo cada um voltou para sua casa e logo foram pesquisar o que havia recolhido naquele parque.
Aquele parque era visitado por varias pessoas e todos os dias varias delas iam para esse parque para ficarem mais tranqüilos.
Foi no dia 20 de janeiro daquele mesmo ano que algo aconteceu, as oito horas da manhã os bombeiros são chamado para esse parque para prenderem um animal que havia sido encontrado ali.
Logo eles pegam alguns equipamentos e vão para lá, como pensavam ser algum animal fugitivo de algum zoológico eles levaram algumas jaulas e tranqüilizantes e foram para lá para captura-lo.
Naquele mesmo dia Gustavo descobriu que havia perdido a sua camera fotográfica e decidiu ir até o parque de onde sempre freqüentava para ver se encontrava ela por ali.
Logo ele foi para lá, no caminho ele encontrou sua namorada Amanda que perguntou onde ele ia, ele explicou que havia perdido sua camera e que ia até o parque ver se a encontrava.
Logo ela resolve ir com ele até lá para ver se juntos eles encontravam a camera de Gustavo.
Depois de alguns minutos eles chegaram lá em cima no parque que ficava em uma espécie de morro, lá eles ficaram procurando a maquina fotográfica de Gustavo.
Foi quando eles ouviram um barulho por ali e foram ver o que era, atras de algumas arvores eles ouviram vozes de varias pessoas que falavam algo sobre um animal que foi visto por ali.
Eles se assustaram pois poderia ser algum animal feroz que escapou do zoológico e poderia ataca-los.
Logo continuaram a procurar por a camera de Gustavo, eles foram naquele lugar que haviam ido há algum tempo atras para ver se ele estava lá.
Chegando lá eles vêem em cima de uma pedra a maquina fotográfica de Gustavo.
Logo ele a pega e vê que ela ainda esta funcionando e que ainda tinha espaço para sete fotos.
Foi quando eles ouviram outro barulho ali, não parecia ser de pessoas falando, parecia um gruído de algum animal que estava por ali.
Eles se assustaram e foram ver o que era aquilo, de longe eles observaram entre algumas moitas dali um bicho vermelho que estava abaixado, ele parecia estar molhado cheio de óleo e estava brilhando.
Parecia ter três grandes caroços na cabeça e tinha olhos grandes e vermelhos, os dois se assustaram com aquilo pois nunca haviam visto algo igual aquilo.
Logo Gustavo começou a fotografa-lo de todos os ângulos com sua maquina, sem que ele perceba.
Logo ele saiu correndo dali e desaparece no meio do mato, é quando eles ouvem o barulho de varias pessoas chegando ali.
Então eles percebem que são os bombeiros que estão chegando ali, com jaulas e armas tranqüilizantes, eles eram seguidos por alguns moradores da cidade que também devia ter visto aquilo e os estavam guiando para o encontro dele.
Gustavo e Amanda saíram dali de volta para a cidade para verem o que iria acontecer com aquele bicho.
Depois de algum tempo eles notaram que os bombeiros desciam daquele parque com aquela jaula coberta com um pano, ao passarem do lado deles para o levar até o caminhão, Gustavo ouve aquele mesmo gruído e percebe que os bombeiros haviam capturado aquela criatura.
Logo Gustavo vai procurar seu irmão Sandro para ver se ele podia dizer o que era aquilo que haviam capturado naquele parque.
Gustavo logo encontra seu irmão e o cumprimenta, então ele pergunta ao seu irmão o que era aquilo que estava na jaula e para onde iriam leva-lo.
Sandro disse que era um animal que fugiu do zoológico e que ele seria levado de volta para lá.
Logo os bombeiros vão embora dali, levando aquela criatura estranha que haviam capturado.
Gustavo então se lembrou que havia tirado algumas fotos daquilo e resolveu mandar revela-las.
Amanda disse que aquilo não podia ser do zoológico pois nunca o havia visto lá antes e aquilo não se parecia com nenhum animal conhecido da Terra.
Por algum motivo Gustavo sabia que seu irmão não contou toda a verdade  para ele sobre aquilo que haviam capturado.
Logo ele foi até uma loja para mandar revelar aquelas fotografias que havia tirado daquela estranha criatura.
O atendeste dali disse que elas ficariam prontas em quatro horas.
Então para esperar ele foi para a casa de Amanda para que possam conversar sobre aquilo que haviam visto naquele parque entre os arbustos.
Amanda disse que aquilo parecia estar suado e que deveria ter feito alguma coisa que o fez mal, era como se ele estivesse doente, pois quando o viram ele estava caído no chão daquele parque e fazendo aquele estranho gruído.
Como o viram de longe eles não notaram o que era aquilo direito, logo passou algo pela cabeça de Gustavo, poderia existir mais daqueles seres por ali?
Logo eles resolveram ir para lá para verem o que descobriam por lá.
Tinham quatro horas antes de a revelação das fotos, tempo para que eles possam ver o que tinha naquele parque, então os dois foram para lá para que possam procurar algo mais por ali.
Subiram até aquele parque e lá foram procurar por algo que prove haver mais daqueles seres por ali, eles não sabiam se aquilo era perigoso ou não e resolveram se armar com pedaços de paus.
Chegando naquele parque eles foram procurar por mais alguma coisa por ali, passando algum tempo procurando eles notaram que não parecia ter nada por ali, foi quando começaram a ouvir um barulho estranho semelhante aquele que haviam ouvido da outra vez, era um gruído estranho que parecia ser daqueles seres.
Logo eles foram para lá para verem o que era aquilo, chegando ali eles notaram que aquilo era uma espécie de nave que estava em um buraco no chão, como se ela tivesse caído do céu e feito aquele buraco ali.
Ao se aproximarem eles notaram que ali perto da nave tinha mais alguns seres iguais aquele que os bombeiros haviam capturado, Gustavo então percebeu que eles eram seres alienígenas.
Estes pareciam estar sofrendo por algum motivo, talvez por que a nossa atmosfera seja toxica para eles.
Amanda parecia estar paralisada ao ver aquela cena, Gustavo resolveu chegar mais perto para ver se podia fazer contato com aqueles seres.
Amanda não quis ir e ficou aguardando a volta dele atras de uma arvore.
Gustavo foi caminhando até chegar perto da nave, os seres então o viram e se assustaram, porem por algum motivo eles pareciam estar fracos e não podiam se levantar nem fazer nada.
Gustavo notou que eles estavam morrendo e que precisava salva-los, mas sem ser visto por ninguém.
Ele não podia deixar ninguém saber da existência deles e tinha que tentar fazer com que eles voltem pra casa, ele chamou Amanda para lhe ajudar.
Esta estava com medo deles mas vendo o estado dos seres ela resolveu ajudar seu namorado.
Eles tinham que tirar aquela nave dali daquele buraco para que tentem fazer ela voltar a voar para que possam levar os seres de volta para seu planeta.
Todos estavam fracos no chão e não podiam se defender, eram criaturas indefesas que deviam ter caído ali por acidente.
Gustavo logo tirou a nave deles dali e notou que ela continuava inteira, logo eles resolveram coloca-los dentro daquela nave para ver se eles voltavam ao normal.
Um a um eles foram se recuperando mas ainda pareciam fracos, foi quando por algum motivo Gustavo conseguiu se comunicar com os seres por uma espécie de telepatia.
Eles disseram que sua nave havia caído ali por acidente e que eles precisavam voltar para seu planeta, mas antes precisavam recuperar aquele que foi capturado, eles não podiam o deixar ali
Gustavo concordou em ajuda-lo, se eles ficassem dentro da nave eles iriam melhorar, enquanto isso eles podiam sair e procurar aquele outro ser que havia sido capturado pelos bombeiros.
Enquanto isso aquele funcionário que revelava as fotografias terminava de revelar as fotos e via que aquele garoto havia fotografado um alienígena, logo ele avisou a policia.
Gustavo tinha que ir até o corpo de bombeiros e falar com seu irmão sobre o que havia descoberto e que tinham que levar aquele ser de volta.
Logo foram para lá e foram procurar por Sandro, quando o encontraram Gustavo explicou tudo e perguntou onde eles haviam colocado aquele outro ser.
Sandro não acreditou muito nessa história e não podia contar onde aquele ser estava, porem Amanda chegou ali e confirmou toda a história.
Gustavo pediu ao seu irmão que acredite nele pois a vida daqueles seres corria perigo, se esses seres morrerem na Terra mas deles virão e vendo que estão mortos poderão planejar uma invasão à Terra que a destruiria completamente.
Vendo o perigo que corriam, Sandro resolveu ajudar seu irmão Gustavo.
Logo foram para o local em que o corpo daquele ser estava guardado, ele parecia estar morrendo.
Os três então o pegaram sem que ninguém perceba e vão embora dali levando aquele corpo, Sandro tinha um carro ao qual usaram para levar o corpo para aquela mata do parque onde os outros seres os esperavam.
No caminho pra lá eles vêem que varias viaturas da policia estavam indo para lá, eles tinham que se apressar e chegar lá antes dos policiais.
Sandro dirigia o mais rápido possível para aquele lugar para que possam levar logo aquele ser para sua nave para que estes possam voltar ao seu planeta.
logo eles foram pra la e la eles viram quer os policiais estava ali e que se eles passassem por ali com aquela criatura eles poderiam vê-los e pegar o ser.
Logo eles resolvem pegar um outro caminho para que possam ir para aquele lugar onde estava a nave, foram por trás de umas arvores e chegaram la onde estava aquela nave.
Ali eles viram os seres la dentro e logo colocaram aquele outro ali dentro, este logo se recuperou e os seres agradeceram ajuda deles.
Disseram que tinham que voltar pra casa para que possam se recuperar totalmente pois a terra era muito poluída, eles então fecham a porta da nave e esta começa a flutuar ali.
Nisso os policiais chegam a li e vendo aquela enorme nave ali começam a atirar nela para derruba-la.
Os seres então lançam uma forte luz neles e estes caem ali, quando acordam eles percebem que estavam naquele parque e não entenderam o que faziam ali.
Logo voltam para suas casas e voltam a suas vidas normalmente sem se lembrar de nada do que viram ali.
Porem o senhor Augusto o dono da loja de fotografias ainda tinha aquelas fotos que Gustavo havia tirado dos seres a única coisa que realmente provava a existência deles na Terra.

FIM
CAJU
Enviado por CAJU em 01/09/2006
Código do texto: T230606
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
CAJU
Franco da Rocha - São Paulo - Brasil
5 textos (11709 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 07:11)