Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Crianças

É tão belo… ser criança.
A inocência cantar…
Ter no futuro a esperança,
conhecer o verbo amar.
 
Seremos, futuro sempre.
Os avós, já são passado,
nossos pais são o presente,
caminhando ao nosso lado.
 
Os avós são o exemplo;
A nossa força, os pais…
As crianças que contemplo;
É triste… não são iguais.
 
Há crianças desvalidas,
sem carinho de ninguém;
Andam na rua perdidas,
é o mal, que o mundo tem.
 
Somos futuro… Se diz!
Mas francamente eu não vejo.
Uma criança infeliz;
Ver! Eu não o desejo.
 
A minha escola fechou
Fiquei triste sem amigos
Foi um mundo que acabou
São estes, nossos castigos?
 
Se a criança tem direitos
De adultos vamos brincar
Seremos todos eleitos
Para o país governar
 
Abrindo as maternidades
Para os manos nascerem
Escolas serão verdades
Para os manos aprenderem
 
Governo… Do faz de conta!
Temos direito a brincar
Não serei… Maria tonta!
Neste país governar
 
Crianças serão felizes
Se adultos os respeitarem
Mostrando nossos deslizes
Com amor nos educarem

Sines – Portugal
31 de agosto de 2007
António Zumaia
Enviado por António Zumaia em 04/09/2007
Reeditado em 04/09/2007
Código do texto: T638701

Áudio
Crianças - António Zumaia
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
António Zumaia
Portugal
320 textos (20518 leituras)
71 áudios (5426 audições)
5 e-livros (1757 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 22:24)
António Zumaia