Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carma

Carma diz que encarna
Minha alma no seu dorso
Trauma, crava as travas
Que trancava no desgosto
Calma já não tarda
Um sorriso de colosso
Palmas, tem mais palmas
No gingar do “nêgo” moço

Sou escravo encravado na corrente
Acorrentado nessa instituição
Povo que ama descrente, gente crente
Esperando que um vidente estenda a mão
Ordem, desordem, mordem a discórdia
Pra que tanta desunião?
A alma pede a calma vitória
Joguem suas armas no chão

Arma, baixa, calma
Me diz quem é que salva
Alma, alva, fauna
Sou eu que dispara
A calma n’alma
A calma n’alma
A calma n’alma
A calma escarra o carma
A calma escarra o carma
Descarna
Descarna
Jefferson Moraes
Enviado por Jefferson Moraes em 27/03/2006
Código do texto: T129538
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jefferson Moraes
João Pessoa - Paraíba - Brasil
20 textos (805 leituras)
2 áudios (259 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:36)
Jefferson Moraes