Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dedé Beleza

Dedé Beleza
Garoto verdade, garoto pureza,
Dedé Beleza,
Não era belo,
Mas, dentro de si era
Dedé Beleza,
Cantava a vida, quanta nobreza.

Tudo o que ele queria:
sempre, sempre um sonho a mais.
Falava pra sua galera:
- Canta, acredita e vai.
Mas se o tempo vai passando
E o amor não vem,
Não se esqueça que a vida
Vai passar também,
Ame muito você pode..."Dedé Beleza".

Vai toda manhã juntar o pão com a mão,
Com vaidade é lutar em vão,
A juventude sabe que é capaz.
Mística mensagem de um garoto bom,
Num colorido de amor sem fim,
A juventude sabe que é capaz.

Segunda-feira, esforços humanos,
Pingente nas ruas e trens suburbanos,
Não era belo,
Mas mesmo assim tava Dedé Beleza
Cantando a vida,
Quanta nobreza,

Vai toda manhã juntar o pão com a mão,
Com vaidade é lutar em vão,
A juventude sabe que é capaz.
Mística mensagem de um garoto bom,
Num colorido de amor sem fim,
A juventude sabe que é capaz.


 
 
Caio Miranda
Enviado por Caio Miranda em 22/04/2006
Código do texto: T143547
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Miranda
São Paulo - São Paulo - Brasil, 51 anos
5 textos (254 leituras)
2 áudios (70 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:49)
Caio Miranda