Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vendida

UMA NOITE ELA OLHOU O CÉU
ESPERANDO SÓ CONTAR ESTRELAS
MAS A ESCURIDÃO A IMPEDIU
UM DIA ELA ESPEROU O CÉU
COM MEDO DE CAIR NAS TREVAS
E A EXPECTATIVA A CONSUMIU
UMA TARDE ELA DEIXOU CAIR O VÉU
E O MUNDO ENTÃO A SEDUZIU
A INOCÊNCIA SE PERDEU
ELA SE FOI NINGUÉM MAIS VIU
VENDERA O CORPO
EM UM COPO DE WHISKY
COM SUAS CURVAS
MATOU TANTA GENTE
E DELICADA, ANJO, DOCE, AO MAL
SE DEDICAVA PLENAMENTE
TARDE ELA ACORDOU
ESPERANDO PEDIR PERDÃO
AO VER SEUS OLHOS NO ESPELHO
UM DIA DOS QUE JÁ PASSOU
TUDO ERA BOM
E CAIU NA TERRA DE JOELHOS
NAQUELA TARDE ELA DEIXOU
UM POR DE SOL QUASE VERMELHO
DO MUNDO QUE SÓ A JULGOU
E NÃO LHE SOUBE DAR CONSELHOS
ENTÃO ELA OLHOU O CÉU
ESPERANDO PEDIR PERDÃO
MAS A ESCURIDÃO A IMPEDIU
ENTÃO ELA ESPEROU O CÉU
TUDO ERA BOM
MAS A EXPECTATIVA A CONSUMIU
SEM QUERER ELA DEIXOU
E O MUNDO ENTÃO A SEDUZIU
A INOCÊNCIA SE PERDEU
ELA SE FOI NINGUÉM SENTIU
                                       
betobento
Enviado por betobento em 29/05/2006
Reeditado em 29/05/2006
Código do texto: T165604

Áudio
Vendida - betobento
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
betobento
Salesópolis - São Paulo - Brasil, 44 anos
17 textos (1061 leituras)
6 áudios (358 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:44)
betobento