Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONSAGRAÇÃO DIVINA (ISABELA)

Divina, bela.
Isabela
Divina, bela,
Isabela...

Consagra a beleza de ser
Desliza nas suaves ondas
Do meu abençoado ventre
Cordão de dar vida à luz.

Isabela, Isabela...

Desvela a pureza
Dos segredos maternos
Me ensina a ser pele
Guardiã dos sonhos ternos.

Isabela, Isabela...

Espelho colorido de aquarela
Traça os divertidos gestos
Janela aberta para alegria
Pinta o tempo em espera.

Isabela, Isabela...

Sagrada e bela melodia
Dedilha as teclas da noite
Estrelada no corpo sustenido
Com o seu despertar...

Isabela, Isabela..
.
Recria a cantiga infantil
Os toques adormecidos
Da caixinha de música
Com o sopro da vida
Com o sopro da vida...

Divina, bela,
Isabela
Divina, bela,
Isabela

Letra de música inspirada no sorriso de Adriana, grávida de quatro meses de uma menininha chamada Isabela que como o significado do próprio nome é aquela consagrada pelos deuses que vem harmonizar a vida em comunhão com a beleza e a alegria. A palavra e a melodia são vestes para a vida inteira, protegem o corpo e bordam na alma a força de um amuleto poderoso.

Letra - Helena Sut, composição e arranjos - Luna Remer, arranjos e gravação - Fernando Bittencourt e arranjos de flauta - Ana Sônia Barros.

Helena Sut
Enviado por Helena Sut em 08/07/2006
Reeditado em 10/07/2006
Código do texto: T189830
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Helena Sut
Curitiba - Paraná - Brasil, 47 anos
614 textos (789770 leituras)
2 áudios (1258 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:14)
Helena Sut

Site do Escritor