Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pinocchio, marionete e um ser tolo.



Hoje eu vejo na tv.
O que meu pai nunca me ensinou
Eu aprendi na novela
A carnalidade do que seria fazer amor

Meus medos se solidificaram
Assim que eu pisei na rua
Eu vi dor
Vi muita dor

Pelo transmissor a tela falava de um mundo ainda lindo
Achei que ele não existia
Mas dizem que sim
EU sou um monstro

Eu vou dançar na tv
Vou rimar mal e crescer
Vou ignorar a gramática
Vou vender CD

Aprendi na vida adulta
Que eu ainda sou criança
Que o eterno também acaba
E o finito às vezes não termina

Parar o tempo e as promessas
Sobre o tempo que eu disse ter passado
Antes mesmo de chegar
E, ainda assim, sinto saudades.


Hoje eu vejo na tv.
O que meu pai nunca me ensinou
Eu aprendi na novela
A carnalidade do que seria fazer amor

E eu vou ser fútil
Vou ser vulgar
E vou ser normal
E todos vão me olhar

A onda do momento
Estou dizendo, eu vou ser.
Vou mandar na moda
Mandar em você

Me disseste estar bem e,
Outra vez, tu mentiu
Mentiu para nos dois
Heart Necrose
Enviado por Heart Necrose em 19/07/2006
Código do texto: T197166
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Heart Necrose
Rio Claro - São Paulo - Brasil, 29 anos
76 textos (3098 leituras)
2 áudios (279 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:29)
Heart Necrose