Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

GAVIÃO DO MEDO E DO AR

tarde cansada
voz dor de mim,
foi sempre assim...

gavião do medo,
galo de voar,
mora no rochedo
dono do meu ar
quando pia alto
grito de caçar
minha roça inteira
muda de lugar.

asa deste céu
bicho matador
mata a minha dor
velha de cantar
livre de coragem
força de matar
leve bem pra longe
quero andar...

cercado de moirão queimado
planto a sorte que me resta
faço o tempo dos meus dias
dar mil voltas de aventuras
no sonho do meu caminho...

rosa de beira de estrada
muda a cor pela poeira
já que a estrada cor-de-rosa
não tem dor e nem roseira
vou pegar minha viola e sair

entre as horas da tarde...

Letra: Eugenio Malta
Musica: Messias dos Santos
13/11/67
Eugenio Malta
Enviado por Eugenio Malta em 31/07/2006
Reeditado em 16/11/2007
Código do texto: T205961
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eugenio Malta
Estados Unidos, 71 anos
196 textos (6217 leituras)
16 áudios (1255 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:31)
Eugenio Malta