Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Por um mundo melhor

Fecha a sua cara
Não deixe ninguém abrir
Não deixe entrar
Essa voz que quer te destruir

Enquanto você é alguém
Eles querem a sua voz
Que pode mudar

Você consegue lutar
Sei que tudo é mais do que ódio
Que tem por alguém
Não deixe morrer
Esse ódio que te move

Não deixe ninguém destruir
À vontade de vingar
Não deixe cair o mal que te domina
Para poder lutar

Eu não sei por que o sangue é em vão
Se o sangue mudou a civilização
Eu luto até a morte
Até poder mudar

Você se esconde
Tem medo de viver
Foge da rua pra poder se defender

É assim?Que você quer?
Viver escondido
Como se fosse uma prisão?
É assim?
É assim?
Com o medo de morrer.

Eu não sei por que o sangue é em vão
Se o sangue mudou a civilização
Eu luto até a morte
Até poder mudar...




Eu não sei por que o sangue é em vão
Se o sangue mudou a civilização
Eu luto até a morte
Até poder mudar
Meu sangue jogo a sorte
Pra poder me vingar

Eu não sei por que estou aqui
Não consigo não agir

De mão fechadas para o mundo
Vou te derrubar
Entre a vida e à morte
Você fala em se salvar

Enquanto tantos morrem
Tantos nascem pra sofrer
Toda essa dor
Vai ser assim
Pode ser o fim
Mas você se esconde
E não luta por um mundo melhor
Por um mundo melhor
Por um mundo melhor
Por um mundo melhor
Eu luto até o fim...


Manoel Cândido
Enviado por Manoel Cândido em 06/09/2006
Código do texto: T234093
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Manoel Cândido
Sombrio - Santa Catarina - Brasil, 27 anos
33 textos (1300 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:18)
Manoel Cândido