Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Numb*

*Entorpecido, Incapaz de sentir

Forças em colapso
O Tempo está em atraso
Rompeu-se nosso laço
Acabou meu prazo

Tudo está perdido
Meu caminho não pode ser seguido
Não acredito mais em destino
Não consigo caminhar sozinho

Não me sinto mais envolvido
Não consigo pensar nem um segundo
Não quero estar nesse mundo
Tudo se foi com um sopro

Como se pode combater um inimigo
Se a sorte não está contigo
E quando seu coração está em perigo?

Meu coração está partido
Percebi meu erro cometido
Eu me sinto entorpecido
Sem poder ser ouvido

Então apenas vou falar
Tudo que pode me guiar
Deixou de me notar
Cansei de chorar
E de esperar

Então vou apenas falar
Me deixa me afogar
E minha perda não mais lembrar
Esquecer dos caminhos a trilhar

Eu não agi
Apenas temi
Então te perdi
E não sei o que estou fazendo aqui.

Não há mais nada a fazer
Cansei de perder
Cansei de viver
Então vou te esquecer

Existem três tipos de amor
O amor normal
Que passa em um momento
O amor anormal
Que passa em um pouco mais de tempo
O amor total
Que resiste como o vento
E que transmite calor

Quando o total
Não é correspondido
O Coração fica ferido
Com uma ferida mortal
Um inferno carnal

As portas quando se fecham
Nunca mais abrem
Nem por um milagre
Acabou com meu coração
Que sofreu em vão

Meu coração então se fechou
Nas trevas se escondeu
E aos poucos morreu
E então tudo se enegreceu
E ele se esqueceu
De tudo que se perdeu

Eu me sinto entorpecido
Sem poder ser ouvido
Por causa de um erro cometido
E da força do inimigo

Tudo está perdido
Só preciso de um amigo
Para superar comigo
Tudo que foi destruído

E agora então
Vou dizer nesse refrão
Que vou te pedir perdão
E vou me entregar a escuridão

Tua luz se apagou
Não, ela me deixou
Realmente tudo se tornou
Difícil ao meu ver
Nada posso fazer

Tive minha chance
E agora está fora do alcance
Eu só vou lhe dizer
Que mesmo que eu vá morrer
Será impossível esquecer
Que eu amo você
E nunca poderei te ter
E nem te ver

Salvei meu coração
Antes do terrível final
O prendi na escuridão
Para não sofrer em vão
Antes de tudo se tornar fatal

Não se esqueça
Que o problema por pior que pareça
Piora se não houver esperança
E o sorriso de uma criança

Não sinto mais nada
Minha tarefa foi árdua
Tudo morreu
Tudo se perdeu

Forças em colapso
O Tempo está em atraso
Rompeu-se nosso laço
Acabou meu prazo

E então antes que tudo esteja perdido
Vou fugir, procurar um abrigo
um ombro, um amigo
Um lugar esquecido
Onde posso me perder no infinito
Pois estou entorpecido
X
Enviado por X em 13/10/2006
Reeditado em 02/12/2006
Código do texto: T263097
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
X
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 24 anos
9 textos (317 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:43)
X