Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CANTO DE REDENÇÃO

Ninguém me fala nada
Do que eu preciso saber
Mas eu percebo tudo que ninguém quer dizer

Eu percebo como você me olha com indiferença
Talvez seja minha pele
Ou só a minha crença

Maso que eu posso fazer então

Ouça o meu canto de redenção
E não me diga jamais
Esse é meu canto de redenção que nada tem de mais

Mas eu canto!

Ninguém sabe me dizer
Porque todo esse receio
Mas eu entendo bem que sou parte do meio

Eu entendo o que você quer ou não me dizer
Talvez seja meu estilo
Que você nunca crer

Mas o que eu posso fazer então

Ouça o meu canto de redenção
E nunca diga jamais
Esse é meu canto de redenção que nada tem de mais

Mas eu canto!

Ninguém sobe na mesa
E nem grita de repúdio
Mas eu não me iludocom todo esse prelúdio

Oh eu não fico sentado num banco da praça
Talvez seja minha voz
Que parece sem graça

Mas o que eu posso fazer então

Ouça o meu canto de redenção
e hunca diga jamais
Esse é meu canto de redenção que nada tem demais

Mas eu canto!
Alberto Fenix
Enviado por Alberto Fenix em 20/10/2006
Código do texto: T269251
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alberto Fenix
Euclides da Cunha - Bahia - Brasil
6 textos (213 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 16:54)