Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A maré

ó a maré
ó a maré de novo

vem bem, vem beijar a praia
beira-mar nua,
vem beijar a praia

ó a maré
ó a maré de espuma
descansada cor de lua
ó a maré de espuma

vem meu bem pegar a onda
onde?
ó a maré, não dá mais pé

perdi o chão meu amor
ó a maré, perder o chão?
é sim, flutuar assim feito espuma
ó a maré, olha a bruma
onde?
ó a maré, se esconde

ó lua branca, sentada no monte
santa da noite ao léu
ó a maré espelho do céu
ó meu amor, ó a maré depois a ponte
que eu me atiro e vôo
a ponte
que eu me atiro e vou
Rômulo Arbo
Enviado por Rômulo Arbo em 07/11/2006
Código do texto: T284862
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rômulo Arbo
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 33 anos
12 textos (472 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:06)