Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A margem de Minh'alma (Paz)

“Eu sei que pareço um louco com meu amor doentio. Eu sei que te prendo, sei que te repreendo. Não quero ser assim, não quero te tratar assim eu quero sem bem melhor. Eu quero ser o único, mas por tua aceitação e não por minha imposição.”

Eu não vou deixar acabar um amor tão bom.
Vou tentar construir, nessa vida daqui, paz.
Vou sair conhecer outras formas,
Vou tentar não pensar tanto em ti,
Pra que não te forces a pedir o fim,

Eu te amo tanto, não quero ser teu ex-namorado.
Não quero fazer parte do passado
Eu tenho uma estrada longa pra seguir,
Com você amor eu tenho meu silencio, o meu coração,
Não penso mais em nada de solidão.
Só quero te trazer junto comigo.

Eu não vou não quero posso ate tentar
E se for ver a margem de minh’alma errar.
Te fazer feliz, me tornar o que sempre você quis.
Rodrigo Messias Cordeiro
Enviado por Rodrigo Messias Cordeiro em 14/11/2006
Reeditado em 14/11/2006
Código do texto: T290707

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Por R. Messias Cordeiro). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Áudio
A margem de Minh'alma (Paz) - Rodrigo Messias Cordeiro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rodrigo Messias Cordeiro
Feira de Santana - Bahia - Brasil, 33 anos
276 textos (13664 leituras)
9 áudios (1184 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 12:07)
Rodrigo Messias Cordeiro