Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
A ENCRUZILHADA

Na encruzilhada da chegada
Ela apareceu sem avisar
Na encruzilhada da partida
Ela se foi e não disse adeus
É que na estrada não há despedidas
Nada que eu possa chamar de meu

Não vou dizer que não senti
Mas nem deu tempo de pensar
Que há algo no blues que há em mim
Não tento entender, nem dá pra explicar

Mas eis um confronto, uma estrada, um deserto
Um verso seco, afiado, direto
Percorre a guitarra zunindo na brisa
Um acorde cortante na madrugada
Me acorda sem beijo de despedida
E beijo a gaita no meio da estrada

Ouço a guitarra zunindo na brisa
Um acorde cortante na madrugada
Me acorda sem beijo de despedida
E beijo a gaita no meio da estrada
Gleyson Faial
Enviado por Gleyson Faial em 28/11/2006
Reeditado em 29/11/2016
Código do texto: T304002
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gleyson Faial
Parauapebas - Pará - Brasil
59 textos (2867 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:28)
Gleyson Faial