Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

# SEM TÍTULO 04

Às vezes, a noite, eu me juntava ao meu desânimo,
Depois de ter tornado os remédios que eu via pela frente,
Pra mais tarde, alguém me dizer que eu tinha dormido, finalmente.
Sabe, ficaria difícil demais sem você aqui  (em meus olhos, poderia te ver)

De quando em quando, eu escutava barulhos,
Eu nunca soube o que fazer.
O que você estaria fazendo sem mim?
Você nunca quis saber o porquê daquilo, não é?

Eu me sinto tão fascinada quando você esta perto,
Mas, logo que sai, meu mundo desaba.
E quanto a você, você nunca saberia se eu não te falasse.
Eu ainda estarei esperando por você, aqui.

O meu desânimo e a sua falta de vontade nunca me ajudaram.
Mas, estou "feliz" quando te vejo um pouco perto de mim.
Um dia tudo pode mudar, mas nada vai ser diferente.
Você sem mim e eu sempre com você.

Meu coração pode estar despedaçado
Minha tristeza pode ser a maior
Os meus olhos, estão fechados
Mas, pra você, só por você:
Eu estarei sempre aqui.
Mariana Matos
Enviado por Mariana Matos em 28/08/2007
Reeditado em 01/12/2007
Código do texto: T627815

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mariana Matos
Taguatinga - Distrito Federal - Brasil
57 textos (1927 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 12:03)
Mariana Matos