Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A serpente e a Estrela

Há um brilho de faca onde o amor vier
E ninguém tem o mapa da alma da mulher
Ninguém sai com o coração sem sangrar ao tentar reve-la Um ser maravilhoso, entre a serpente e a estrela
Um grande amor no passado se transforma em aversão
E os dois lado à lado corroem o coração
Não existe saudade mais cortante que o de um grande amor ausente Dura feito diamante corta a ilusão da gente
Toco a vida pra frente fingindo não sofrer
Mas o peito dormente espera um bem querer
E sei que não será surpresa se o futuro me trouxer
O passado de volta num semblante de mulher
Afonso Lucas Amorim Santiago Maciel
Enviado por Afonso Lucas Amorim Santiago Maciel em 18/10/2007
Reeditado em 26/08/2008
Código do texto: T699754

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Afonso Lucas Amorim Santiago Maciel
Escada - Pernambuco - Brasil, 20 anos
17 textos (7212 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 13:50)
Afonso Lucas Amorim Santiago Maciel