Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BLACKNESS GIRL


Não é pra falar da sombra escura
Nem admirar teu cabelo negro
É pra que saiba que minha pena é dura
E em meu peito sinto algo preso.

Da cruz que sustenta nas costas
Do som grave de teu violão
Do tom meio hard de tua voz
Dos versos soltos de uma canção

Para de uma vez e sente
As cores mais escuras são divinas
Num torto e breve ranger de dentes
Mulheres não são meninas.

Se fosse só sorriso era mentira
Tristeza sustenta vidas breves
Eu vejo em teus olhos desafios
Minhas pernas já não sabem caminhar

Da cruz que sustenta nas costas
Do som grave de teu violão
Do tom meio hard de tua voz
Dos versos soltos de uma canção

Para de uma vez e sente
As cores mais escuras são divinas
Num torto e breve ranger de dentes
Mulheres não são meninas.
Rodrigo Messias Cordeiro
Enviado por Rodrigo Messias Cordeiro em 30/10/2007
Código do texto: T716324

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Por R. Messias Cordeiro). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rodrigo Messias Cordeiro
Feira de Santana - Bahia - Brasil, 34 anos
276 textos (13984 leituras)
9 áudios (1187 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 19:13)
Rodrigo Messias Cordeiro