CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

"Viver e não ter a vergonha de ser Feliz.....E a Vida é bonita e é bonita"

Eu fico com a pureza da resposta das crianças
É a vida, é bonita e é bonita
Viver e não tenha a vergonha de ser feliz
Cantar e cantar, e cantar
A beleza de ser um eterno aprendiz

Eu sei ,
Que a vida devia ser bem melhor e será
Mas isto não impede que eu repita
É bonita, é bonita e é bonita

E a vida?
E a vida o que é diga lá, meu irmão?
Ela é a batida de um coração?
Ela é uma doce ilusão? Mas e a vida?
Ela é amar a vida ou é sofrimento?
Ela é alegria ou lamento?

O que é, o que é meu irmão?
Há quem fale que a vida da gente
É um nada no mundo
É uma gota, é um tempo
Que nem dá um segundo
Há quem fale que é um divino
Mistério profundo

É o sopro do criador
Numa atitude repleta de amor
Você diz que é luta e prazer
Ele diz que a vida é viver
Ela diz que melhor é morrer

Pois amada não é e o verbo é sofrer
Eu só sei que confio na moça
E na moça eu ponho a força da fé
Somos nós que fazemos a vida

Como der ou puder ou quiser
Sempre desejada
Por mais que esteja errada
Ninguém quer a morte
Só saúde e sorte

E a pergun.....ta roda e a cabeça agita
Fico com a pureza da resposta das crianças
É a vida, é bonita e é bonita

Viver e não tenha a vergonha de ser feliz
Cantar e cantar, e cantar
A beleza de ser um eterno aprendiz
Eu sei ,
Que a vida devia ser bem melhor e será
Mas isto não impede que eu repita
É bonita, é bonita e é bonita

Eu fico com a pureza da resposta das crianças
É a vida, é bonita e é bonita
Viver e não tenha a vergonha de ser feliz
Cantar e cantar, e cantar
A beleza de ser um eterno aprendiz
Eu sei ,

Que a vida devia ser bem melhor e será
Mas isto não impede que eu repita
É bonita, é bonita e é bonita
E a vida?

E a vida o que é diga lá, meu irmão?
Ela é a batida de um coração?
Ela é uma doce ilusão? Mas e a vida?
Ela é amar a vida ou é sofrimento?
Ela é alegria ou lamento?
O que é, o que é meu irmão?
Há quem fale que a vida da gente
É um nada no mundo
É uma gota, é um tempo
Que nem dá um segundo
Há quem fale que é um divino
Mistério profundo
É o sopro do criador
Numa atitude repleta de amor
Você diz que é luta e prazer
Ele diz que a vida é viver
Ela diz que melhor é morrer
Pois amada não é e o verbo é sofrer
Eu só sei que confio na moça
E na moça eu ponho a força da fé
Somos nós que fazemos a vida
Como der ou puder ou quiser
Sempre desejada
Por mais que esteja errada
Ninguém quer a morte
Só saúde e sorte
E a pergun.....ta roda e a cabeça agita
Fico com a pureza da resposta das crianças
É a vida, é bonita e é bonita
Viver e não tenha a vergonha de ser feliz
Cantar e cantar, e cantar
A beleza de ser um eterno aprendiz
Eu sei ,

Que a vida devia ser bem melhor e será
Mas isto não impede que eu repita
É bonita, é bonita e é bonita
Viver e não tenha a vergonha de ser feliz
Cantar e cantar, e cantar
A beleza de ser um eterno aprendiz
Eu sei ,

Que a vida devia ser bem melhor e será
Mas isto não impede que eu repita
É bonita, é bonita e é boni..................ta
Kátia Andrade
Enviado por Kátia Andrade em 05/11/2007
Código do texto: T724013

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre a autora
Kátia Andrade
Osasco - São Paulo - Brasil, 31 anos
102 textos (13251 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/07/14 20:03)