Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Impasses certos

Guardo minha alma e vou
Embora como quem vai tarde
Eu mudo de realidade pra algum lugar no passado

E vou com aquela leve impressão
Que saio sem deixar saudade
Se bem que seria pretensão de mais...
Bom... melhor assim

Não quero um cortejo fúnebre
Muito menos uma grande festa
O que eu quero e somente quero é ir
Ou eu saio exatamente agora, ou então eu nunca estive lá
O que eu deixo, e somente deixo, é um espaço vazio

E olho pra frente porque vejo o caminho
E sei que a gente nunca entra duas vezes num rio
E escolho ser o mesmo sem permanecer o mesmo, o mesmo sempre
Esse é o primeiro restante do instante da minha vida
Éverton Vidal Azevedo
Enviado por Éverton Vidal Azevedo em 25/11/2007
Código do texto: T752366

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de Éverton Vidal Azevedo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Éverton Vidal Azevedo
Bolívia, 34 anos
40 textos (2349 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 05:52)
Éverton Vidal Azevedo