Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CANÇÃO DO SOLDADO

CANÇÃO DO SOLDADO
(Capitão Cassula)
Letra: F. Saluviti
Música: Ismael Euclides C. Maranhão
 
Nós somos da Pátria a guarda,
Fiéis soldados,
Por ela amados.
Nas cores da nossa farda
Rebrilha a glória,
Fulge a vitória.
 
Em nosso valor se encerra
Toda a esperança
Que um povo alcança.
No peito em que ela impera,
Rebrilha a glória,
Fulge a vitória.
 
Estribilho
A paz queremos com fervor,
A guerra só nos causa dor;
Porém, se a Pátria amada
For um dia ultrajada,
Lutaremos com valor.
 
Como é sublime saber amar!
Com a alma adorar
A terra onde se nasce.
Amor febril
Pelo Brasil,
No coração não há quem passe!
 
Quem sente no peito invicto
Ardor intenso,
Amor imenso,
Veste a farda e convicto,
Vai rumo à glória,
Rumo à vitória.
 
Dotado é de alma forte
Quem orgulhoso,
Vai desejoso
Afrontar a própria morte:
Vai rumo a glória,
Rumo à vitória!
 
E quando a Nação querida,
Ante o inimigo,
Correr perigo,
Daremos por ela a vida:
Por sua glória,
Sua vitória.
 
Co’os bravos que irão à frente,
Nós marcharemos,
Nós lutaremos,
Dizendo com fé ardente:
Por sua glória,
Sua vitória!
 
Quando morre um camarada
Na luta ingente,
Valentemente,
Trilha pela grande estrada
Que atinge a glória,
Segue a vitória.
 
Sua alma toda de arminho
Palpita inteira
Junto à bandeira
E nos segreda baixinho:
“Atinge a glória,
Segue a vitória!”
---***---

Silvia Araujo Motta
Enviado por Silvia Araujo Motta em 29/11/2005
Reeditado em 16/01/2009
Código do texto: T78635
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Silvia Araujo Motta
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 65 anos
6556 textos (669109 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:12)
Silvia Araujo Motta