Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

E aí! Como é que vai ser o Natal?


Lc 2:13-14 diz: “E, no mesmo instante, apareceu com o anjo uma multidão dos exércitos celestiais, louvando a Deus, e dizendo: Gloria a Deus nas alturas, paz na terra, boa vontade para com os homens.”

Uma pergunta que revela ignorância total, a respeito da pessoa, de Jesus. O valor de Jesus, não varia de acordo com o momento em que eu esteja vivendo, pelo contrario, não existe nenhum momento, em que se pode dispensar elogios a Jesus. Não importa se estivermos desempregado ou empregado, enfermo ou com saúde, com ou sem grana, Jesus deve ser louvado e exaltado sempre pelo o que Ele fez por nós, e não apenas no natal, mas todos os dias da nossa vida. No Jardim do Éden, Deus colocou diante do homem dois destino, iniciando assim o livre arbítrio. Gn 2:16-17 diz: “  E ordenou o Senhor Deus ao homem dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente; mas da arvore da ciência do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás.”  Observe  que Deus   queria  o  nosso bem Ele  orientou-os sobre a conseqüência    da  escolha    errada. Gn 2:17b diz: porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás.” O homem desobedeceu a Deus e submeteu-se, a vontade do Diabo,   e como Deus não aceita desculpa, e sim confissão, expulsou o homem do jardim do Éden para que ele não estendesse sua mão, e comesse da arvore da vida e ficasse eternamente em pecado. Gn 3:22-24 Mas Deus com seu imenso e infinito amor, providenciou de imediato uma forma de nos reconciliar com Ele, nos enviando Jesus. Jesus é a arvore da vida que foi rejeitada no Jardim do Éden, e foi  oferecido  ao homem por Deus, para que  ele possa mais uma vez ter a chance de se eternizar ao  seu  lado. Jo 3:16 diz: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito,  para   que  todo   aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”  Gloria a Deus nas alturas, paz na terra, boa vontade para com os homens. Aqui se concretiza o que Deus tinha anunciado no jardim do Éden, após a queda do homem em Gn 3:15  “E porei inimizade entre ti e a mulher, entre a tua descendência e o seu descendente, este ti ferirá a cabeça, e tu lhe ferirá o calcanhar”.  E o verbo se fez carne, habitou entre nós, sofreu, morreu e ressuscitou. Em Jo 6:51 disse Jesus: “ Eu Sou o pão vivo que desceu do céu. Se alguém comer deste pão, viverá para sempre. Este pão é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo”. A primeira estrofe do hino do cantor cristão intitulado Gloria ao Senhor           diz: A nosso Pai do céu tributa, lábio meu, gloria e louvor! A quem seu Filho deu, o qual por nós morreu, A quem me prostro eu; gloria e louvor! Que a humanidade reconheça o que Ele fez por nós, e o aceite como Senhor e Salvador da sua vida para que Ele possa nascer em cada coração do mundo.

Antonio Sergipano
Enviado por Antonio Sergipano em 16/11/2007
Código do texto: T739549
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Sergipano
Aracaju - Sergipe - Brasil
413 textos (99512 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 21:22)
Antonio Sergipano