Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Depois da Perda

A perda é como se fosse um poço bem fundo em que a gente cai. No princípio, nos sentimos meio aéreas, com a sensação de que estamos em queda livre mesmo. E nem dor nós conseguimos sentir direito porque parecemos anestesiadas. Depois que o tempo vai passando, é que tomamos consciência da nossa nova condição. Nossos bebês já não estão mais conosco, nossos sonhos se acabaram...e aí percebemos o poço em que estamos. Geralmente isso coincide com o fato de que as pessoas mais próximas já fizeram o que julgavam certo, ou seja, a maioria chega a cabeça no poço e grita pra você "Você é forte, você sai daí"...e depois que já fizeram o que consideravam necessário da parte delas, simplesmente se afastam, porque já não sabem como lidar conosco mais.
E os meses vão passando.
E você fica ali...chorando e lamentando...
Cada pessoa lidando com seu poço particular a seu jeito...mas não tem como ser diferente mesmo, porque ninguém caiu no poço da mesma forma que você, nem seu companheiro, embora ele faça idéia, mas só você mesma sabe de tudo que estava envolvido no SEU sonho!
Tem um pensamento que diz o seguinte "Quando estamos no fundo do poço, a única alternativa é subir"
Chega um momento em que olhamos pra cima e tentamos enxergar um pouco de claridade para começar a subir...nos agarramos ao que tiver pelo caminho, escorregamos, voltamos pro fundo do poço novamente, mas sacudimos a poeira um pouco e começamos a subida novamente.
E aquelas que conseguem sair do poço, nunca mais caminham com segurança de novo...porque o "buraco" está lá...e mesmo que tentemos colocar uma pedra em cima dele para não vê-lo, ele permanece de alguma forma, porque ele fica em nossas almas eternamente...
Mas estamos vivas...machucadas...mas na luta...mais fortes, mais sensibilizadas com os acontecimentos alheios... E se não conseguimos entender os motivos daquele poço no nosso caminho e provavelmente nunca entenderemos mesmo, resta-nos a certeza de que somos guerreiras, de que somos capazes ainda de lutar pelos nossos sonhos, pela nossa felicidade mais do que nunca.
E é nos dias em que estamos "com um pé no poço" de novo, é que temos que lembrar que aquele ali não é o nosso lugar...

2005
Andie Chris
Enviado por Andie Chris em 11/04/2006
Reeditado em 11/04/2006
Código do texto: T137550

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Andie Chris
Itaúna - Minas Gerais - Brasil, 43 anos
23 textos (944 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:29)
Andie Chris