Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PURO FEL

Evaldo da Veiga

Tá brabo, ruim de segurar, ruim de amargar,
e Elle diz pra beber que é bom.
Pagamos a Elles sem contra partida e ainda
 furtam nosso dinheiro...

Coisas malditas! Até quando levarão nossos sonhos,
 de Justiça e  de realização
sem fazermos nada, até quando?
Um mundo de cinismo e respostas " não sei" .
Levaram muita coisa, quase tudo, e 
voltarão para levar o que ficou.
Não se justificam e nem explicam é só zombar, 
prometer, fingir...
Uma defesa ensaiada, uma que serve pra todos:
 "não sei", "não vi ".
Qualquer dúvida e são Elles os criminosos
 que vão a Justiça e conseguem Liminar.
Sempre lhes sendo concedido o direito de furtar, humilhar...
Um turbilhão de mentiras: prometeram saúde, estradas , educação...
E cinicamente, alardeiam na televisão realizações inexistentes,
em jogos de palavras de marqueteiros.
E até agora nada, ninguém foi preso, ninguém 
devolveu o dinheiro...
E estão em preparação para mais um período de engodo,
falsificação de realizações, mostrando o que não fizeram,
prometendo o que sequer pensam  de verdade em fazer,
o que jamais vai acontecer...
Já chegou o cansaço e agora como escolher?
Mais fácil votar naqueles canalhas que se exibem melhor, 
é o que o Povo sempre faz..
E a final são Elles os menos culpados.
Filha da Puta é a Gente, que quase sempre sequer
 temos ânimo para abordar o assunto...
Temos que acordar, é urgente!!!

.......x.....x......x......x.......

Ps. Se você pensa  que podemos fazer alguma coisa,
que é nosso direito e até mesmo obrigação de cidadania,
repasse para os amigos. Por nossos filhos, por nossa família,
por nós, temos que fazer alguma coisa.
Indignar-se, informar... façamos algo!
Evaldo da Veiga
Enviado por Evaldo da Veiga em 28/05/2006
Reeditado em 12/09/2006
Código do texto: T164482

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Evaldo da Veiga
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 73 anos
952 textos (313610 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:18)
Evaldo da Veiga