Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A futilidade da Vida

Em muitos momentos, a vida me parece um pouco futil, a solidão destemida e temida em muitas vezes por mim, é parte inerente aos meus insucessos e frust~rações, eu, muitas vezes sinto que a vida é um infinito de desolação, um mar de sensações ruim, mas, apesar de está em meio a tantos dasalentos, ainda sou um ser em busca da felicidade. Ainda vivo a alegria de ser pacional,pois o que importa não é a trsiteza que temos, mas o que temos como tristeza: amor, sentimento, a sensação de precisar de algúem, o desejo de está com este alguém.
Muitas vezes, o sentimento que temos por algúem é fortuíto, importuno, mas, mesmo assim, é o noso sentimento. Com ele, sentimo-nos gente, gente que ama, que se diz: eu sou humano.
É por isso que eu procuro amar,amar incodicionalmente para assim usufruir da felicidade.
CALIXTO
Enviado por CALIXTO em 21/06/2006
Código do texto: T179800

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
CALIXTO
Itagi - Bahia - Brasil
222 textos (11576 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:32)
CALIXTO