Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PROCURO COM OLHAR

Procuro com o olhar, mas é uma tentação irresistível. A cada passo que dou procuro não notar, mas seu que está lá esperando por meu olhar. Ele sabe que terei que olhar mesmo que me faça de cego. De nada adianta resistir se continuo a pensar nele. Há, se pudesse bater nele, mas seriam sete anos pagando por este crime.

É, é mesmo, você é irresistível espelho-espelho meu.

Sei que tenho que trabalhar, mas não consigo passar de admirar, olhe só: ele se move sem sair do lugar, fala para mim quando estou atrasado. Que maravilha. E ainda tem gente que o detesta. O que seria de nós sem ele? O que faríamos se ele não nos avisasse?

É, só tu relógio sabes a hora certa.

Tão pequeno, olhe, não parece contar tantas informações. Ela é maravilhosa, cabe até na minha mão. Como pode? Todos usam e abusam dela. É, sem ela o que seria de nós, ela é aquele que nós ajuda nos momentos da vida, é tão calculosa.
É a calculadora aquela que armazena seus conhecimentos.

Aonde Deus estava com a cabeça quando fez isto. É tão bom, pena que nem todos gostam. Há se eles se eles colocassem a boca, ela passa de mão em mão, não se importa com quem a pega, é, as gaúchas que se cuidem.
Ó chimarrão tão bom.

Há noites que está cheia, outras que está mais ou menos, e outras que está normal. É, ela realmente transforma a terra, ela nos cobre com seu manto, distingue a noite e o dia, é exuberante, coisa igual nem a mil anos.
Só você ó lua para nos iluminar.

Gustavo da Silva Zandoná
@Respeite os direitos autorais@
Tato
Enviado por Tato em 01/07/2006
Código do texto: T185659
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tato
Farroupilha - Rio Grande do Sul - Brasil, 25 anos
11 textos (334 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 13:00)
Tato