Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FALANDO DE AMOR - Reflexão

FALANDO DE AMOR  -  Reflexão
 
O amor é paciente, bom, não inveja,
não julga mal, tudo desculpando, tudo crendo, tudo sofrendo.
O amor é fecundo, tudo o que semeares e deixares florir, frutificar-se-á.
Tudo o que for ditado pelo amor, as palavras, os gestos, o olhar,
fará de tua vida uma ascensão espiritual.
Pois tudo passa, tudo morre, porém o amor permanece sempre.
O amor é a luz verdadeira que ilumina o homem que vem ao mundo.
O amor é a água para o sedento, o bálsamo para as dores.
Lance um apelo a Jesus. Ele te amparará.
Porém não te deixes arrastar pela fúria, pela ira,
pois nesses momentos os seres de que foste algaz
procurarão rodear-te, para que não tenhas a ascensão pretendida.
Cuidado com esses repentes que tens.
Teu coração é bom, no entanto quando a fúria te avassala,
perdes a noção de tudo e tornando-se a fera de outrora.
Para vencer as labutas deveremos ter dentro do imo
de nosso seres a fé, o amor e a sinceridade.
A fé remove montanhas, o amor constrói.
Sinceridade é um tesouro inestimável que se acumula
nos corações das pessoas que procuram elevar-se moral e espiritualmente.
Quem caminha orientado pela justiça divina,
amparado na bengala do amor e da fé, nada tem a temer.
Haverá alçgozes inclementes a impedir-te o caminho,
para que o desalento se aposse de tua alma.
Porém o próprio instinto de conservação,
que é uma lei da natureza, nos diz que não devemos
entregar de boa vontade o pescoço ao assassino clemente.
Peças sempre orientação, para que possa discernir
entre o bem e o mal, a verdade e a mentira,
o verdadeiro bem querer e a hipocrisia.
A fé na vida futura e na justiça divina,
que jamais deixa o mal impune, é a única que nos pode dar
a força de suportar pacientemente as agruras da vida.
É o amor que traz a paz ao homem, a harmonia ao universo,
a calmaria ao mar, o silêncio aos ventos uivantes,
que ameniza a dor, engrandece o amor puro,
aplaca as paixões, amolece impertigados corações,
sacia quem tem fome, mitiga a sede de quem a possui.
Cessa guerras, trazendo paz, extermina o ódio,
a vaidade, o orgulho.
Enfim, o amor é o eixo em torno do qual tudo gira.
 
                                            GLÁCIA  DAIBERT
 
Aprendizado adquirido através da doutrina Kardecista.
GLÁCIA DAIBERT
Enviado por GLÁCIA DAIBERT em 18/06/2005
Código do texto: T25754
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GLÁCIA DAIBERT
Uberlândia - Minas Gerais - Brasil, 63 anos
108 textos (25287 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 09:07)
GLÁCIA DAIBERT