Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EM BUSCA DE UMA IGREJA JOVEM

EM BUSCA DE UMA IGREJA JOVEM

Orestes, um jovem do interior das Minas Gerais,
Moço bonito, na flor da idade, religioso por natureza,
Católico por tradição dos pais e avós.
Agora já moço formado e amante de um violão bem afinado,
Resolveu buscar uma maneira jovem de ser Igreja.
E começou a freqüentar um movimento que acabou ensinando-lhe algumas coisas básicas para poder ser um membro chamado de verdade pelo Espírito Santo:
· Fidelidade às mensalidades para manter a estrutura do movimento.
· Devoção aos santos.
· Dramatização da figura de Jesus Cristo.
· Crença nas curas físicas e psíquicas através da oração ao Espírito Santo.
· Experiência íntima com o divino.
· Participação dessa intimidade no coletivo.
· Abdicar a família para participar dos grupos oradores.
· Esperança pessoal e comunitária nas celebrações.
· Espontaneidade nas expressões corporais.
· Impulso forte nas emoções mais do que na razão.
· Palavra de Deus mais fundamentalista, denunciado tanto pela exegese da Igreja.
· Trabalhar a manifestação do divino aqui e agora de forma sentimental.
· Conversão do coração e experiência pessoal com Deus em primeiro plano.
· Obediência cega à hierarquia da Igreja.
· Nunca falar mal do papa.
· Sacralização como tendência básica.
· Conservadorismo, retratando nas vestes dos presbíteros e seminaristas.
· Tendência de exclusão de quem não está dentro do movimento.
· Promoção de curas, milagres e fatos espetaculares acontecendo a toda hora.
· Liturgias rigorosamente romanas, mas com um cunho altamente festivo.
· Ações parecidas com o curandeirismo, orações em línguas, momentos de êxtases.
· Promessas de milagres, soluções de problemas pessoais e comunitários, testemunhos mirabolantes.
· Abertura do privativo, exemplo: casal dando testemunho da sua vida privada em público.
· Desmistificação do sagrado, sair com o Santíssimo fazendo festa no meio do povo.
· Conversão momentânea e ao sacramento da confissão, mas que acabam não mudando muito, apenas se confessando mais.
· Papel importante do demônio na vida da pessoa e da sociedade.
· Explicações de ordem sobrenatural para os acontecimentos de ordem natural.
· Carismas que cada pessoa vai descobrindo.
E outras coisas mais que Orestes foi descobrindo à medida que foi participando.
Depois de um certo tempo disse:
“Acho que essa maneira de ser Igreja quem vai gostar mesmo são meus pais e avós!”

Acácio
Acácio Nunes
Enviado por Acácio Nunes em 28/11/2006
Código do texto: T303788
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Acácio Nunes
Pouso Alegre - Minas Gerais - Brasil, 56 anos
290 textos (131175 leituras)
1 e-livros (5 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 11:07)
Acácio Nunes