Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SÉCULO NENÉM

SÉCULO NENÉM



Século vinte e um!
Cheio de mistérios,
quase sem critérios,
para ser um mundo sério
onde possa reinar a justiça e o amor.
Parece que há um mundo meio que quase alucinado,
Entre todos os solos, esperança de muitos poros a enflorar.
Onde haja ablução pura para os bichos do mar,
Terra para todos que querem plantar,
Trabalho para todos poderem sonhar.
Energia pura e não essa ingênua nuclear.
Natureza preservada,
Alegria de viver e ter sempre chuva e sol.
Que a vida seja a primazia de todos e não dinheiro.
Que a tristeza não fique se repercutindo nos corações padecedores.
Haja uma religião que traga a quietude para todos seguirem,
Coragem superabundante para todos viverem a serenidade.
Século vinte um!
Precisamos, cada um, constituir leis de vida e de esperança.
Precisamos desvestir o tempo,
Começar uma era desnudada,
Para que todos os vícios que aprendemos para sobreviver,
Sejam aniquilados das memórias elefantísticas dos tempos.
Que desvendemos e não criemos mais mistérios para a história.
Sejamos livres e cristalinos diante de nós mesmos.
Assim o século neném aprenderá do jeito apropriado,
e quando for um moço,
saberá ser responsável para que a vida seja segura.,
e no seu frescor será altamente feliz.

Acácio
Acácio Nunes
Enviado por Acácio Nunes em 29/11/2006
Código do texto: T304767
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Acácio Nunes
Pouso Alegre - Minas Gerais - Brasil, 56 anos
290 textos (131079 leituras)
1 e-livros (5 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 05:16)
Acácio Nunes