Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Consertando o mundo

 
Conheço muitas histórias e estórias. Algumas vivi, outras estudei, muitas ouvi, várias contei e até inventei.
Mas esta que vou lhe contar agora, gostaria que guardasse na memória.

Um cientista vivia preocupado com os problemas do mundo e estava resolvido a encontrar meios de minimizá-los.
Passava dias em seu laboratório em busca de respostas para suas dúvidas.
Certo dia, seu filho de sete anos invadiu seu santuário decidido a ajudá-lo a trabalhar.
O cientista, nervoso pela interrupção, tentou que o filho fosse brincar em outro lugar.
Vendo que seria impossível de movê-lo, o pai procurou algo que pudesse ser oferecido ao filho com o objetivo de distrair sua atenção.
De repente, deparou-se com o mapa do mundo, o que procurava!
Com o auxílio de uma tesoura, recortou o mapa em vários pedaços e junto com um rolo de fita adesiva, entregou ao filho dizendo:
- Você gosta de quebra-cabeças? Então vou lhe dar o mundo para consertar.
Aqui está o mundo todo quebrado. Veja se consegue consertá-lo direitinho! Faça tudo sozinho.
Calculou que a criança levaria dias para recompor o mapa.
Algumas horas depois, ouviu a voz do filho que o chamava calmamente:
- Papai, já fiz tudo. Consegui terminar tudinho!
A princípio, o pai não deu crédito às palavras do filho.
Seria impossível na sua idade ter conseguido recompor um mapa que jamais teria visto.
Relutante, o cientista levantou os olhos de suas anotações, certo de que veria um trabalho digno de uma criança.
Para sua surpresa, o mapa estava completo. Todos os pedaços haviam sido colocados nos devidos lugares.
Como seria possível?
Como o menino havia sido capaz?
- Você não sabia como era o mundo, meu filho, como conseguiu?
- Pai , eu não sabia como era o mundo, mas quando você tirou o papel da revista para recortar, eu vi que do outro lado havia a figura de um homem.
Quando você me deu o mundo para consertar, eu tentei mas não consegui.
Foi aí que me lembrei do homem, virei os recortes e comecei a consertar o homem que eu sabia como era.
Quando consegui consertar o homem, virei a folha e vi que havia consertado o "mundo".

Embora seja uma ficção, essa estória nos faz refletir.

Há milhões de anos atrás o homem inventou a roda e essa revolucionou as relações humanas, aproximando as pessoas, acelerando o progresso, diversificando as transações comerciais. Mudando o mundo.

Nos tempos atuais a revolução tecnológica também mudou o mundo. Fez exatamente a mesma coisa em proporções muito maiores.

Mas a sede do poder, a ganância , o egoísmo, a esperteza, a arrogância, a frieza, a falta de amor tomou conta do ser humano.

O mundo evoluiu, a população cresceu, o progresso trouxe a globalização, mas o amor virou ficção.

A estória que você acabou de ler, revela uma grande verdade.

Se consertarmos o homem veremos que não há nada de errado com o mundo.

E o conserto do homem está no coração de cada ser humano. O "amor".

Somente o amor é capaz de mudar o homem.

E o que é o amor?

O amor é a afeição viva pela vida. Não só pela própria, mas pela vida de todos os seres viventes.

Se espelhe no sol, que todos os dias mostra o seu brilho, nos presenteando com o seu calor e fazendo de sua apresentação o maior espetáculo da terra, independente de ter platéia ou não.
Pois ao nascer, a maioria de seus admiradores ainda estão dormindo.
Mas ele está lá exuberante cheio de vida esbanjando sua gloria sobre o mundo.

Seja exuberante você também. Esbanje o seu amor pelo mundo.

Olhe para dentro de si e veja quanta coisa boa você tem armazenado em seu coração.

Mostre ao mundo a sua beleza interior, sua generosidade com os necessitados, sua humildade com os arrogantes, sua capacidade de ouvir quem quer lhe falar, sua sabedoria para os que querem aprender, sua tolerância com os incapacitados, seu carinho para quem dele precisa, sua paciência com os filhos, sua alegria pela paz, sua paixão por quem te ama, sua repúdia pela mentira, seu compromisso com a verdade, sua seriedade com os negócios, sua transparência no modo de ser, sua autenticidade no falar, suas convicções respeitando às opiniões, sua convivência com a divergência, seu incentivo aos  subordinados, seu amor pelo próximo, seu prazer pela vida e acima de tudo... seu agradecimento ao criador.

Faça de seus fracassos os degraus para o sucesso.

Faça do seu sucesso a reverência ao amor.

Faça do amor sua maneira de ser.


Vincent Benedicto
16/09/2005



Vincent Benedicto
Enviado por Vincent Benedicto em 21/09/2005
Código do texto: T52281
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vincent Benedicto
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
477 textos (144380 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:55)
Vincent Benedicto