Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cara Carol, Carolina

Cara Carol, Carolina
maria da graça almeida

Desfilando, vi nas telhas,
coxas grossas, coxas finas,
musculosas e franzinas,
as mesmas que volta e meia
pelas mãos de Carolina,
antes da abolição,
provavam da libertação.

Cara Dona Carolina,
com crença e fé feminina,
de cem alqueires de unção,
aos escravos fez doação.
Quando ciente da história,
não mais me saiu da memória
a nobreza de tal ação.

Do homem que admitia
moldar as telhas nas coxas
e do corpo permitia
a humana olaria
a liberdade e a emoção
sinto ali impregnadas,
desde o teto até o chão.

E do distante passado,
com os olhos engalanados,
descubro na noite menina,
nos telhados já cansados,
no céu de livres cortinas,
nas aguadas e nos prados,
a força de Carolina.

Cara Carol, Carolina...

maria da graça almeida
maria da graça almeida
Enviado por maria da graça almeida em 11/03/2005
Código do texto: T6328
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
maria da graça almeida
São Paulo - São Paulo - Brasil
248 textos (14633 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/16 21:18)
maria da graça almeida