Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Na penumbra do destino...

Que nunca esqueças as tuas origens, foi-me dito vezes sem conta por quem me quer bem, e disso sei eu bem... a minha personalidade foi moldada segundo as minhas origens, as minhas tradições, costumes e feitios.
Se tudo fosse perfeito não poderia existir seres humanos, pois a nossa essência humana é feita de erros para posterior aprendizagem, sem isso o ser humano não poderia evoluir.
Por isso aqui fica esta mensagem, não esqueças nunca as tuas origens, porque a partir do momento que não lembrares mais quem tu foste e quem tu és, não poderás prosseguir o caminho do teu verdadeiro destino, da tua verdadeira essência como ser humano.
Eu não estudei psicologia e não entendo muito do assunto, mas sei do que falo, quando tentamos sair da nossa verdadeira personalidade, renegando a nosso passado e as nossas origens, é como se estivéssemos saindo da nossa "carapaça" ficando exposto a tudo... interpretem ao vosso gosto.

Um abraço.
José Rios
Enviado por José Rios em 18/09/2007
Código do texto: T658356

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (José Rios - http://terradonabo.blogs.sapo.pt). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Rios
Portugal, 33 anos
17 textos (676 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 01:03)
José Rios