Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Palavras

Nota do autor: Poema dedicado a amiga Rafaela Scotch, uma jovem mulher, mãe e esposa de meu amigo Marcelo, que aos 28 anos encontra-se acometida de câncer. Tem Rafaela uma história de vida tão bonita que pretendo eternizá-la num pequeno livro de contos. A você que agora passa a ler este poema, muito obrigado por compartilhar conosco dessa dor.

********************** X ****************************
Contente vem Rafaela trazendo nas mãos alguns pacotes
Cheios de bondade, palavras sem maldade, sorriso e vaidade.
Figura destemida, no olhar muita vida, carinho e amor.

Distante ouve-se dela o sussurrar da luta pela vida
Na sacola roupas que certamente não foram vendidas
Brincadeiras sinceras que fazem vibrar crianças sofridas
Carentes de amor e de bondade desprendidas.

No adejar da noite e da vida sobre açoite
Busca uma luz na imensa escuridão
Estendendo a mão a um sorriso de bondade
Com serenidade e sem contentação.

O que dizê-la agora na nebulosidade da aurora?
O que dizê-la agora se as palavras nos faltam?
Trôpegos, a ela só oferecemos o carinho de outrora.
Força, força Rafaela, avante grande senhora!!
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 14/04/2006
Reeditado em 09/01/2008
Código do texto: T138923
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3129 textos (79579 leituras)
2 e-livros (393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 06:03)
R J Cardoso