Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tempestade de Verão

Depois de um tempo sem saber onde ir ou o que fazer com a solidão que me feriu durante treze anos por esperar que aquele sonho se realizasse,descobri que os anos estavam passando e nada mudava em minha vida de garota interrompida.
Naquela noite estranha de março descobri que em algum lugar do mundo havia alguém para mim e que eu o merecia pelo simples fato de estar vivo e em busca da minha pessoa.
Como descobri isso?
Amigos de verdade são aqueles que permanecem ao nosso lado mesmo quando a vida está difícil de se levar.E foi num dos momentos mais vazios de minha vida de garota enlutada e reclusa que encontrei no caminho uma companheira que dias atrás senti estar perdendo,pelo simples fato de desejar um abraço,e receber um "tapa" como ajuda num momento de dor,abandono e desespero.
Estou aproveitando e desabafando o que senti e não tive a oportunidade ou coragem de dizer.Peço desculpas e afirmo que amores vem e vão,mas verdadeiros amigos permanecem para sempre!!!
A dor passou e a solidão foi embora depois de um mês deitada em silêncio,junto a poeira e o calor de inverno em que vivi durante os vinte e quatro dias ou mais sem as duas pessoas que mais me ajudaram nos momentos de desespero e depressão,mas hoje estou rodeada de novos companheiros,pessoas que jamais me deixaram sem rumo e que eu lutarei para não magoá-los como fiz anteriormente,naquele momento de loucura,em que nem pude me reconhecer.
Hoje e amanhãestarei bem,pelo simples fato de ter amigo(as)que me acompanham e perdoam sem dizer o que dói sem antes não saber do que se trata.Sou Feliz!!!
Emanuelle Henrique
Enviado por Emanuelle Henrique em 14/09/2005
Código do texto: T50499
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Emanuelle Henrique
Rondonópolis - Mato Grosso - Brasil
5 textos (774 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 09:04)
Emanuelle Henrique