Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Por que as pessoas dizem adeus?

Muitas vezes pessoas entram em nossas vidas e nos dizem adeus. Algumas com palavras, outras com gestos, outras com o coração. Então com isso, fazemos aquela pergunta: Por que as pessoas dizem adeus?
A vida é dura, nem sempre o melhor caminho é o certo.  Seguimos insanamente por caminhos pouco percorridos. Aos poucos, as conseqüências dessa escolha vão nos ferindo lentamente e cruelmente. Neste caminho conhecemos pessoas amigas, pessoas namoradas, pessoas irmãs e até mesmo pessoas anjos. Pessoas incomparáveis, anjos inexplicáveis.
Achamos que encontramos o caminho e fazemos sonhos em cima desses encontros, construímos castelos, que em seguida, viram castelos de ilusões. Olhamos para trás e podemos ver tudo que restou dessas ilusões e sonhos espalhados pelo chão. É!  Só nós sabemos quando nos olham e dizem adeus, tudo acabou. Começamos a ver q tudo que acreditamos foi em vão...
Começamos a entender que não é a dor que é fria e cruel, e sim a verdade. Esta nos correi por dentro e o que nos cabe é escondê-la com um sorriso tremulo, verdade esta que nos tira noites de sono que antes eram acompanhadas por esses anjos, que embalavam nossas noites e faziam nossos corações pulsar mais forte pelo simples fato de existirem.
Acordamos mais uma vez de um sonho irreal, de mentira, porque sonho de verdade não precisamos acordar muito menos dormir, ele é real, ele é de verdade e aos poucos vamos vendo que essas pessoas, nada mais eram que seres como qualquer outro que entrou em nosso caminho para nos ensinar algo e depois de cumprida sua etapa, segue seu caminho novamente. Para quem fica, resta à dor e a saudade, para quem vai, resta o orgulho e a lembrança. Mas nenhuma dor pode ser mais forte que o tempo, aprendemos com isso que não é outro amor, outra amizade, outro anjo que preenche essa lacuna, e sim, o tempo. Aprendemos que há pessoas que nos ferem sem saber e que nos ilude sem querer, o que nos resta é libertar essas pessoas, que nada mais estão que em fase de evolução espiritual. Devemos perdoá-las para que tanto elas, como nós possamos seguir nossos caminhos.
Nem sempre a vida é uma festa com balões. Muitas vezes, esses balões estouram e com eles nossos sonhos, mas nossos objetivos são mais fortes que tudo isso, basta seguir com o coração e encarar esse caminho sem solidão, que tudo vai tomando seu rumo. Nessa festa não nos cabe apenas brincar e sim crescer, e entender que nem tudo é como queremos, mas tudo é como deve ser. Só assim poderemos encontrar a resposta para nossa tão temida dúvida, na verdade, essa é uma pergunta que nunca terá resposta. Não são as pessoas que recebem esse adeus que precisam dessa resposta, e sim, as que dizem adeus, que nunca terão esclarecido essa dúvida dentro delas mesmas.
 

Cesar Blanski
Enviado por Cesar Blanski em 05/09/2007
Reeditado em 17/05/2009
Código do texto: T640191

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cesar Blanski
São Francisco do Sul - Santa Catarina - Brasil, 31 anos
6 textos (457 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 02:00)
Cesar Blanski