Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OURO DE TOLO

vejam como é curioso e o quanto é triste:
quando duas pessoas olham para uma mesma coisa e enxergam tão diferente...

uma vê um rosto amigável com quem pode conversar e compartilhar seus maiores sonhos e projetos de futuro, sorri para o rosto que vê, bobamente, achando que é a sua felicidade se refletindo no sorriso da face à sua frente

o outro, só vê frios números que contabiliza numa conta de pesadas dívidas e custos, e numera apenas desacertos e dificuldades, não há sequer uma expressão de prazer, alegria ou esperança, não há sorrisos

dois lados de uma mesma moeda...

mas, cara ou coroa, a probabilidade é a mesma e a moeda pode sempre se inverter, então...

aquela que vê o rosto passaria a ver só números, mas sua natureza é de esperança e seu objetivo é construir, faria dos números não apenas frios, mas numeraria os acertos e as vitórias em meio aos desafios, pois tem na memória o sorriso que viu um dia

já quem vê hoje só números, ao ver um rosto amável sorrindo pra ele, pode até tentar sorrir, mas não sei quanto duraria, pois tem na memória a contabilidade negativa de seus frios cálculos e prejuízos e seu coração acaba sempre frio

a natureza de cada um o coloca do lado da moeda que mais afinidade tem...

a moeda é a mesma, os olhares é que são diferentes...
cada um vê o reflexo daquilo que tem dentro de si

mas, se ao menos, os dois se colocassem lado a lado, poderiam juntos olhar na mesma direção, e talvez, unir seus talentos para construir: tanto sorrisos, como números

a moeda não deixaria de ter dois lados, mas eles, sim, teriam uma nova maneira de ver a mesma coisa e quem sabe, assim, encontrariam o equilíbrio

cara ou coroa? ouro de tolo! tesouro é quem o tem!
Mel Pensamentos
Enviado por Mel Pensamentos em 06/04/2006
Reeditado em 28/12/2008
Código do texto: T134775

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Márcia Freitas e o site http://melpensamentos.blogspot.com/ ). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mel Pensamentos
Santo André - São Paulo - Brasil, 46 anos
30 textos (996 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:21)
Mel Pensamentos